Angélica Nunes
Laerte Cerqueira

Rápidas: Wallber e Nilvan juntos, recuperação de Chica Motta e Cabo Gilberto com Queiroga

Por LAERTE CERQUEIRA

Wallber e Nilvan juntos

O ex-candidato a prefeito de João Pessoa, Nilvan Ferreira (MDB), que ficou na segunda colocação, e o deputado estadual Walber Virgulino (Patriotas) querem fortalecer a oposição ao governador João Azevêdo (Cidadania), com olhar lá em 2022. Hoje, os dois se encontraram e confirmaram ao Conversa Política que discutem, sim, a formação de um grupo para fazer frente à reeleição de Azevêdo em 2022. “Não vamos ficar assistindo, não. Vamos protagonizar. Formar grupo para disputar a majoritária”, disparou Nilvan.

Pelo perfil, vão disputar também o apoio de Bolsonaro com um outro nome da oposição, Romero Rodrigues (PSD). Tem água demais pra rolar e uma pandemia pra vencer.

Foto: rede social

 

Francisca Motta tratada por Hajjar 

O deputado federal Hugo Motta (PRB) comemorou, nas redes sociais, a recuperação da avó, Chica Motta, ex-deputada estadual e ex-prefeita de Patos, que estava internada, em um hospital de São Paulo, recuperando-se da Covid-19. O parlamentar fez um agradecimento especial à dr. Ludhmila Hajjar, da equipe que acompanhou o tratamento da avó. Ludhmila foi ex-futura ministra da Saúde, apoiada pelo Centrão, grupo do qual Motta faz parte, e que ficou no meio do caminho porque tem “divergências técnicas” com Bolsonaro sobre a forma de gerenciar a maior tragédia sanitária que vivemos, com mais de 300 mil mortos.

Veja também  Justiça condena prefeita de Mamanguape a devolver R$ 79,2 mil por ato de improbidade

 

Cabo Gilberto “bateu continência” 

Foto: Divulgação

O deputado estadual Cabo Gilberto (PSL) já prestou continência ao novo ministro da Saúde, o paraibano Marcelo Queiroga. O parlamentar foi a Brasília e já teve uma audiência com o cardiologista. Ele pediu que os profissionais da Segurança Pública fossem vacinados o mais rápido possível porque também estão na linha de frente. Os dois fizeram defesa enfática da vacinação. “Em breve, retornarei o meu estado e vou rever o meu querido amigo Gilberto”, finalizou o ministro.

Enquanto fazia a visita ao ministro, em Brasília, o deputado estadual foi acionado judicialmente pelo Psol da Paraíba. O partido acusado o parlamentar de “passar por cima” de decretos, incentivando aglomeração e o não uso de máscara, como registrou o Conversa Política.