Angélica Nunes
Laerte Cerqueira

Novo decreto da Paraíba vai cancelar feriado de São João e ser mais flexível com bares e restaurantes

Por ANGÉLICA NUNES e LAERTE CERQUEIRA

 

Foto: divulgação

O novo decreto do governo com medidas restritivas para os últimos dias de junho terá flexibilização de algumas atividades comerciais, como bares e restaurantes, mas deverá cancelar o feriado de São João e São Pedro na Paraíba. A informação foi confirmada nesta quinta-feira (17) pelo secretário estadual da Saúde, Geraldo Medeiros, em entrevista ao Bom Dia Paraíba.

A previsão de Geraldo Medeiros é que ele seja publicado ainda hoje pelo governador João Azevêdo (Cidadania). O novo decreto terá validade a partir do próximo sábado (19) até o dia 2 de julho, ou seja, vai disciplinar não apenas as atividades comuns como os finais de semana das festas juninas, com regras especiais.

De acordo com o secretário, detalhes das novas regras foram debatidos em uma reunião realizada ontem à noite com gestores municipais. “Há um raciocínio que durante o São João e São Pedro as pessoas devem tentar não se aglomerar. Esse decreto deve contemplar para as pessoas continuarem trabalhando durante o São João e São Pedro”, declarou.

Veja também  Navio grego foi responsável por óleo que atingiu litoral brasileiro entre 2019 e 2020, diz PF

Flexibilização

Dentre os pontos antecipados pelo secretário está a flexibilização do comércio, que, segundo ele, deverá estar funcionando normalmente no período. “Isso evitará que pessoas migrem para fazendas, chácaras, granjas do interior, se aglomerando em bares e restaurantes”, disse.

Também há expectativa de flexibilização de atividades como academias de ginástica e escolinhas de esporte. As atividades religiosas, como missas e cultos, também devem ser liberadas pelo estado no novo decreto. Esses segmentos foram alvo de embates judiciais entre o governo e municípios no decreto atualmente em vigor. “Haverá flexibilização em todos os segmentos, mas com restrições”, comentou.