Candidato a prefeito de Campina Grande 'zera' em prestação de contas na Justiça Eleitoral

Edmar Oliveira, do Patriota, declarou que não recebeu nenhuma doação para campanha e também não gastou um só centavo até agora

Foto: reprodução TV Paraíba

A campanha do empresário Edmar Oliveira, do Patriota, à prefeitura de Campina Grande, é o que poderia ser classificada de uma ‘campanha franciscana’. Pelo menos é o que mostra a prestação de contas parcial dele, apresentada à Justiça Eleitoral. O candidato declarou que não recebeu nenhum centavo de doação até agora e, também, não gastou nenhuma moeda na disputa.
Edmar ‘zerou’ a prestação de contas parcial, cujo prazo para apresentação terminou no último domingo (25).
O candidato não recebeu sequer ajuda do partido, através do fundo partidário. Isso, inclusive, foi motivo de reclamação pública feita por ele semanas atrás.
A campanha de Edmar, em Campina, é um ponto num oceano repleto de campanhas milionárias na maior parte das cidades paraibanas.
As demais candidaturas, que disputam o pleito em Campina Grande este ano, declararam que juntas já receberam mais de R$ 4,7 milhões em doações.
Foto: reprodução

 
Foto: reprodução

Veja também  Bancada governista à deriva em Campina Grande: sem líder e vice-líder