Maioria dos vereadores de Campina Grande aumentou patrimônio em quatro anos, conforme dados do TSE

Levantamento tem por base declaração de bens junto à Justiça Eleitoral deste ano, em comparação com dados de 2016. Confira a lista dos que ficaram mais ‘pobres’ e mais ‘ricos’

Foto: Ascom

A maioria dos 23 vereadores de Campina Grande irá concorrer à reeleição este ano. Apenas dois deles, Nelson Gomes e Jóia Germano, não irão para a disputa. O blog fez um levantamento do patrimônio declarado pelos parlamentares este ano, nos pedidos de registro de candidaturas, e comparou com o patrimônio apresentado à Justiça Eleitoral nas eleições municipais de 2016.
O resultado mostra que, com base nos dados disponibilizados pelo TSE e declarados pelos candidatos, a maior parte aumentou o patrimônio nos últimos quatro anos.
Dos 23 vereadores que foram eleitos em 2016, 10 estão com um patrimônio maior; 9 ficaram mais pobres e dois permanecem com o mesmo patrimônio, sem registro de bens junto à Justiça Eleitoral.
Nelson e Jóia Germano não foram contabilizados porque não concorrem nas eleições deste ano e, por consequência, não declararam bens à Justiça eleitoral.
O salário de um vereador atualmente é de pouco mais de R$ 12 mil. Este ano, a cidade terá um pleito com um número bem maior de candidatos ao Legislativo. São 475 pedidos de candidatura já registrados junto à Justiça Eleitoral. Há quatro anos, esse número foi de 408.
Confira a lista com o patrimônio declarado de todos os vereadores:
Vereador                              2016                              2020
 
Aldo Cabral
R$ 170.000,00 em 2016                            Sem bens declarados em 2020
Alexandre do Sindicato
R$ 530.164,47  em 2016                     R$ 486.916,38 em 2020
Anderson Maia
R$ 119.000,00 em 2016                          Sem bens declarados em 2020
Bruno Faustino
R$ 52,00  em 2016                              R$ 88.000,00 em 2020
Galego do Leite
R$ 170.000,00 em 2016                      R$ 197.000,00 em 2020
Ivonete Ludgério
R$ 312.488,03 em 2016                        R$ 413.900,00 em 2020
Janduy Ferreira
R$ 397.173,73 em 2016                          R$ 465.000,00 em 2020
João Dantas
R$ 654.779,44  em 2016                      R$ 449.700,00 em 2020
Josimar Henrique
R$ 43.935,69 em 2016                   Sem bens declarados em 2020
Luciano Breno
Sem bens declarados em 2016    Sem bens declarados em 2020
Márcio Melo
R$ 90.000,00  em 2016                            R$ 120.000,00 em 2020
Marinaldo Cardoso
R$ 109.009,90   em 2016                     R$ 100.000,00 em 2020
Olímpio Oliveira
R$ 149.627,32  em 2016                   Sem bens declarados em 2020
Pimentel Filho
R$ 663.900,00  em 2016                      R$ 1.030.000,00 em 2020
Renan Maracajá
R$ 310.000,00  em 2016                    R$ 150.000,00 em 2020
Rodrigo Ramos
R$ 62.651,13  em 2016                            Sem bens declarados em 2020
Rui da Ceasa
R$ 65.000,00  em 2016                         R$ 114.621,82 em 2020
Sargento Neto
Sem bens declarados em 2016         R$ 320.000,00 em 2020
Saulo Germano
Sem bens declarados em 2016       Sem bens declarados em 2020
Saulo Noronha
R$ 80.000,00   em 2016                     R$ 120.000,00 em 2020
Teles Albuquerque
R$ 168.786,85  em 2016                        R$ 370.000,00 em 2020
 

Veja também  Por nomear filha e genro, ex-presidente de Câmara tem condenação mantida pela Justiça