João Paulo Medeiros

Paraíba zera número de servidores públicos com Auxílio Emergencial em 2021. Veja vídeo

Ano passado CGU havia detectado mais de 36 mil servidores na lista

Foto: Ascom

Quando foi instituído, ano passado, o Auxílio Emergencial serviu para amenizar a fome de milhões de brasileiros. Alguns dos beneficiados, porém, nem de longe estavam dentro dos critérios do programa. Na Paraíba, por exemplo, um levantamento feito pela Controladoria Geral da União (CGU) chegou a encontrar mais de 36 mil servidores públicos na lista, de forma indevida, do Auxílio.
Este ano a realidade, felizmente, foi modificada.
O superintendente da CGU no Estado, Severino Queiroz, revelou que “em relação a servidores públicos de prefeituras, câmaras e Governo do Estado, nenhum servidor público foi detectado indevidamente recebendo Auxílio Emergencial” em 2021.

Esse ajuste, aliás, deve-se em grande parte ao trabalho de fiscalização feito pela CGU; assim como a divulgação sistemática da fraude.

“É um sinal que melhoramos”, comemorou Severino Queiroz.

Em fevereiro deste ano, o Governo Federal contabilizava quase R$ 10 milhões devolvidos de auxílios pagos indevidamente, apenas na Paraíba. E ainda era pouco, cerca de 10% do total que pode ter sido recebido.
Que a CGU continue tendo motivos para comemorar. Quem ganha com isso são aqueles que, de fato, precisam do benefício.

Veja também  Empresas pedem aumento nas passagens de ônibus para R$ 5,21 em Campina Grande