João Paulo Medeiros

Reunião entre tucanos e Romero e Bruno, em Brasília, vai definir rumos do grupo em 2022

Foto: Ascom
Foto: Ascom

O futuro do grupo formado pelo PSDB e o PSD na Paraíba deverá estar na mesma mesa em Brasília, numa reunião entre os principais caciques das duas legendas no Estado. O encontro está marcado para amanhã à noite e deverá ter a participação do ex-prefeito Romero Rodrigues (PSD), do prefeito Bruno Cunha Lima (PSD), do presidente estadual do PSDB, Pedro Cunha Lima, e do ex-senador Cássio Cunha Lima (PSDB).

Desde o fim de semana o PSDB aumentou a pressão para uma definição sobre a candidatura de Romero ao Governo do Estado.

Veja também  Negacionistas espalham cartazes contra vacina da covid-19 em viaduto de Campina Grande

Pedro, por exemplo, tem dito que não há chances de uma composição com o Governo estadual em 2022.

Os tucanos defendem a manutenção do grupo na oposição, mas há uma sinalização crescente de aproximação entre Azevêdo e o ex-prefeito campinense, Romero Rodrigues.

A reunião, marcada para Brasília, terá o objetivo de discutir as duas teses.

Além do encontro, os membros do PSD devem participar da filiação do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, na legenda. A filiação está agendada para a próxima quarta-feira.

Da mesa em Brasília o grupo poderá sair unido ou dividido para 2022…