João Paulo Medeiros

Depois de Wilson Santiago, Edna e Galdino anunciam debandada para o Republicanos

Partido recebe novas lideranças e pode brigar por espaço na disputa majoritária

Foto: Walisson Bezerra
Foto: Walisson Bezerra

O Republicanos na Paraíba engrossou o ‘caldo’ para a disputa eleitoral deste ano. Após o deputado federal Wilson Santiago (PTB), Edna Henrique (PSDB) e o presidente da Assembleia, Adriano Galdino (PSB), também avisaram que passarão a vestir a camisa do partido.

A legenda é comandada hoje no Estado pelo deputado federal Hugo Motta. Em âmbito nacional é alinhada com o presidente Jair Bolsonaro (PL), mas no Estado deverá permanecer na base do governador João Azevêdo (Cidadania).

Conteúdo ideológico, aliás, nunca foi o ‘forte’ do partido.

A legenda faz parte do ‘Centrão’ no Congresso Nacional e costuma surfar conforme a maré do Palácio do Planalto.

No caso da Paraíba a chegada dos novos membros indica que o partido quer ser lembrado na hora das composições para a disputa majoritária, em outubro. Mas no caso de Edna e Santiago a legenda servirá muito mais como ‘guarda-chuva’ para quem tem enfrentado dificuldades, eleitoralmente falando, dentro de suas atuais legendas.

Veja também  Governador não garante vaga de vice ao Progressistas

Edna já desistiu de disputar a reeleição e vai tentar emplacar o filho, Michel Henrique, na Assembleia Legislativa. Já Santiago perdeu o controle do PTB paraibano e, no Republicanos, tentará um novo mandato na Câmara Federal.

Com Adriano Galdino a realidade é um pouco diferente. Ele tenta espaço para ser escolhido como companheiro de chapa de João Azevêdo, como candidato a vice. Mas, em último caso, deverá disputar a reeleição na Assembleia. Para qualquer um dos dois projetos já tem, pelo menos, um partido fortalecido.