João Paulo Medeiros

Efraim entrega cargo no Governo e deixa filho ‘livre’ para decidir sobre palanque em 2022

Ex-senador ocupava o cargo de secretário de Agricultura do Estado

Foto: Ascom
Foto: Ascom

O secretário de Agricultura do Estado, Efraim Morais, decidiu entregar o cargo ao governador João Azevêdo (PSB). O pedido de exoneração foi feito durante uma audiência e através de carta. No documento, Morais agradeceu pela oportunidade de contribuir com o Estado.

A gesto tem um significado puramente político.

Com ele, Morais deixa o filho, o deputado federal Efraim Filho (União), livre para definir o palanque pelo qual disputará o Senado Federal este ano.

Efraim Filho vem disputando internamente com o deputado Aguinaldo Ribeiro (Progressistas) a vaga na chapa governista, mas já admitiu a possibilidade de compor com o deputado Pedro Cunha Lima (PSDB), que é pré-candidato ao Governo.

Veja também  Com superlotação, prefeito retoma discussão sobre mudanças no Parque do Povo

Nos bastidores tem crescido a especulação sobre a reedição de uma ‘dobradinha’ firmada em 2002 por Morais (pai) e o ex-senador Cássio Cunha Lima.

A entrega do cargo, agora, fortalece a tese.