João Paulo Medeiros

Na mira da imprensa nacional, deputado lidera gastos com ‘Cotão’ na bancada paraibana em 2022

Wellington Roberto lidera gastos com mais de R$ 196 mil. Veja os números de todos os deputados

Foto: Arquivo

Alvo de matérias na imprensa nacional, por conta de gastos com duas gráficas com recursos da Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (CEAP), o deputado paraibano Wellington Roberto (PL) lidera no uso desse tipo de verba disponibilizada pela Câmara Federal – entre os membros da bancada federal paraibana.

De janeiro deste ano até hoje, conforme dados do Portal da Transparência da Câmara, ele gastou R$ 196.787,39 com a Cota. O detalhamento dos gastos está disponível no banco de dados da instituição.

No ranking, logo após ele, aparece o deputado Hugo Motta (Republicanos), com mais de R$ 174 mil. Em terceiro Damião Feliciano (União), com pouco mais de R$ 142 mil.

No total, a bancada da Paraíba já utilizou mais de R$ 1,5 milhão este ano.

Wellington Roberto é considerado hoje o principal articulador do projeto de reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL) na Paraíba. O deputado não se pronunciou, até agora, sobre a reportagem do ‘Estadão’, que coloca suspeitas sobre as gráficas pagas com a cota do parlamentar.

Sobre os gastos com o ‘Cotão’, a assessoria dele atribui os números ao ritmo de trabalho empreendido pelo parlamentar.

Veja também  Com aumento de casos, prefeito paraibano torna obrigatório uso de máscaras em órgãos públicos
Foto: reprodução

O que é a Cota Parlamentar

A Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (CEAP) custeia as despesas do mandato, como passagens aéreas e conta de celular. Algumas são reembolsadas, como as com os Correios, e outras são pagas por débito automático, como a compra de passagens.

Nos casos de reembolso, os deputados têm três meses para apresentar os recibos. O valor mensal não utilizado fica acumulado ao longo do ano – isso explica porque em alguns meses o valor gasto pode ser maior que a média mensal.

Ranking de gastos com Cota na bancada da Paraíba

Wellington Roberto – R$ 196.787,39

Hugo Motta – R$ 174.115,67

Damião Feliciano – R$ 142.937,30

Frei Anastácio – R$ 142.247,33 (não tem maio)

Wilson Santiago – R$ 140.093,23 (não tem maio)

Julian Lemos – R$ 138.062,23

Ruy Carneiro – R$ 135.219,54 (não tem maio)

Leonardo Gadelha – R$ 131.078,07

Gervásio Maia – R$ 122.356,04

Aguinaldo Ribeiro – R$ 120.035,94 (não tem maio)

Efraim Filho – R$ 80.175,75

Patrick Dorneles – R$ 38.009,59 (fevereiro, março e abril)

Pedro Cunha Lima – R$ 21.658,11 (janeiro e fevereiro)

Edna Henrique – R$ 16.903,13 (Só Abril)