Pesquisadores da UFPB trabalham em gel de coentro para tratamento de infecções na boca

Pesquisa tem previsão de conclusão em 2024 e é desenvolvida no Laboratório de Farmacologia Experimental e Cultivo Celular do Centro de Ciências da Saúde (CCS), no campus I da UFPB.

Pesquisadores da UFPB trabalham em gel de coentro para tratamento de infecções na boca. Foto: Divulgação/UFPB

Uma pesquisa da UFPB está desenvolvendo um gel à base do óleo essencial de coentro para tratar infecções fúngicas na boca, como o sapinho. O coentro possui propriedades anti-fúngicas e é uma planta de fácil cultivo, adaptada às condições geográficas brasileiras.

O produto farmacêutico deve ser utilizado na odontologia, possibilitando, portanto, a inovação tecnológica e depósito de patente. Segundo o professor do Departamento de Clínica e Odontologia Social da UFPB e coordenador do projeto de pesquisa, Ricardo Dias de Castro, infecções bucais causadas por espécies do fungo Candida, mais conhecidas como sapinho, são comuns especialmente em indivíduos com quadro de imunodepressão, ou seja, com sistema imunológico enfraquecido.

>> Prefeitura de João Pessoa e UFPB firmam parceria para proteção da Barreira do Cabo Branco

A pesquisa está em andamento, tem previsão de conclusão em 2024 e é desenvolvida no Laboratório de Farmacologia Experimental e Cultivo Celular do Centro de Ciências da Saúde (CCS), no campus I da UFPB, em João Pessoa.

Veja também  Paraíba tem 461.988 casos confirmados de Covid-19 e 9.548 mortes pela doença

De acordo com Ricardo Dias de Castro, a exploração do coentro com finalidade medicinal representa importante estratégia para promoção do desenvolvimento econômico e social regional. Nos testes, serão usadas matérias-primas obtidas de produtor rural da região de Campina Grande, no Agreste da Paraíba, e de produto industrial. Para isso, serão realizados testes de controle de qualidade dos insumos para garantir padronização e segurança.