Angélica Nunes
Laerte Cerqueira

De volta à bandeira vermelha: São Mamede estabelece toque de recolher para conter avanço da Covid-19

Por LAERTE CERQUEIRA e ANGÉLICA NUNES 

Foto: PMSM

Mais uma prefeitura resolve se antecipar a possíveis medidas mais restritivas do decreto estadual e endureceu ações para conter o avanço da Covid-19.

Desta vez foi a prefeitura de São Mamede, no Seridó da Paraíba, que lançou novo Decreto Municipal, hoje (17), com determinação de medidas sanitárias mais rígidas.

Válido por 15 dias, de 17 a 30 de maio, o decreto traz como ponto principal o retorno do toque de recolher, agora segue das 21 horas até as 5 horas da manhã do dia seguinte.

Bares e restaurantes

Bares, restaurantes, lanchonetes somente com funcionamento no formato delivery ou pague e leve até as 21 horas. Casas de jogos de azar, como sinucas, bingos, serão fechados, bem como as academias. Incluindo-se a proibição de práticas de esportes ao ar livre, nas praças públicas.

Celebrações religiosas 

As celebrações religiosas, quer sejam missas ou cultos, ou, reuniões comunitárias devem atentar para as restrições impostas pelo decreto. Sendo da responsabilidade dos representantes a manutenção das higienizações dos celebrantes e pessoas que colaboram internamente, além das transmissões online.

Veja também  MBL processa Juliette por ato pró-Lula no show em Caruaru

Ambulantes e feira livre

Também estão proibidos o comércio de ambulantes, feira livre e informal. Já os salões de beleza, barbearias e cuidados pessoais podem funcionar com a sua capacidade reduzida, mas apenas por agendamento, para evitar aglomerações.

O prefeito Umberto Jefferson (DEM) afirmou que “apesar de tudo isso, precisamos do compromisso, da empatia e da responsabilidade de toda a população de bem de São Mamede para que juntos, logo, logo, estejamos numa melhor situação”. 

O município voltou para a classificação da bandeira vermelha, de acordo com a 25ª avaliação do Governo Estadual divulgada no último final de semana.

Nesta segunda-feira (17), também começa a valer decreto da prefeitura de Cajazeiras que adotou toque recolher e diminuiu horário de funcionamento de bares e restaurantes.

Outros prefeitos já estão tomando medidas nessa linha.