Angélica Nunes
Laerte Cerqueira

Alerta em João Pessoa: 40% dos testados ‘no passeio’ pela Orla positivaram para Covid-19

Por LAERTE CERQUEIRA e ANGÉLICA NUNES 

Foto: G1/PB

Hoje (19), em novo decreto publicado pelo governo do estado, foi feito um alerta: se nas cidades com bandeira amarela, como em João Pessoa, a ocupação dos leitos chegar ou ultrapassar 80%, vai ocorrer redução no horário do funcionamento de atividades comerciais. Tudo para evitar mais contato, mais contaminação e mais circulação de pessoas pelas ruas.

Uma prova de que as medidas podem se tornar mais rígidas, se não houver compromisso coletivo, foi confirmado ontem (18) na orla da capital. Em um ônibus itinerante, a prefeitura de João Pessoa está fazendo testes para detectar Covid-19 em pessoas que estão passeando ou fazendo atividade. Uma amostra aleatória que revela o perigo.

De acordo com o balanço da gestão, foram feitos 51 testes de COVID-19 (Swab) no Busto de Tamandaré. O resultado é para deixar a “orelha em pé”. É que 21 pessoas testaram positivo. Ou seja, exatamente 41%. Por pouco, não chega à metade.

Você pode até minimizar os números, mas basta lembrar que essas pessoas estavam passeando na praia, sem sintomas, sem sinal de doença e, eventualmente, poderiam, naquele momento, ou em momentos anteriores, ter contaminado alguém.

Veja também  João Azevêdo defende federação partidária e Cidadania pode se unir ao PSDB

Por lá, estavam os assintomáticos, mais perigosos do que aqueles que identificam os sinais da doença e ficam em casa. Então, fiquemos em alerta. O contaminado pode estar em qualquer lugar, ao seu lado, curtindo a brisa do mar. Pode estar de máscara, mas pode não estar, como acontece muitas vezes.

Não dá pra confiar.