Papo Íntimo

Wanicleide Leite

O tabus da masturbação feminina

 

Muita gente fala que isso ou aquilo é um tabu, mas você já parou para pensar o que significa essa palavra?

A palavra tabu não tem tradução na língua portuguesa porque é uma palavra oriunda de uma tribo da Polinésia que, segundo conta a história, proibia usar símbolos sagrados de forma profana.

Tabu é um termo usado para se referir aos assuntos que não devem ser falados. Todos os conteúdos que possam ferir a moral e os bons costumes precisam serem abafados e são tidos como tabus. E infelizmente a masturbação feminina está incluída nesse contexto.

A masturbação é motivo de vergonha, constrangimento e desconforto para muitas mulheres, porque traz a ideia de que sexo é sujo, é pecado e que a masturbação é somente para homens e nunca a mulher deve fazer essa prática.

A masturbação é uma descoberta que acontece na puberdade na proporção em que os hormônios sexuais começam a serem produzidos. Áreas do cérebro vão sendo ativadas e as fantasias sexuais iniciam-se de forma espontânea. As áreas erógenas do corpo da adolescente são descobertas através do seu próprio toque.

O clitóris (órgão genital) que durante toda infância fica adormecido, agora na puberdade e início da adolescência se desenvolve. Isso acontece devido aos estímulos dos hormônios sexuais, que agora é perceptível e apresenta uma grande sensibilidade ao toque que dá uma sensação de prazer.

O que determina se a masturbação é um tabu para a mulher é o seu contexto familiar, a educação sexual que ela teve e a religião que ela está inserida.

Infelizmente muitas mães têm o hábito de reprimir suas filhas mulheres na sua sexualidade e não se dão conta do quão importante é ensinar a sua filha sobre o seu corpo.

O tabu ainda é tão presente que muitas mulheres acham constrangedor falarem que se masturbam, outras têm medo de se masturbarem para não se viciarem, outras falam que só permitem sentir orgasmo se estiverem acompanhadas. Poucas são as mulheres que admitem a masturbação como algo natural e até tem acessório erótico (vibradores) para auxiliarem na masturbação.

Não existe certo nem errado! O que importa é saber que a masturbação faz parte do autoconhecimento. Se você se sente confortável em realizar a prática, não há nada de errado nisso!