Com a chegada do 5G, antenas parabólicas passarão a não receber sinal de TV Aberta

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) deu prazo de 18 meses para que o sinal da TV Aberta em parabólicas passe a não funcionar.

Foto: Reprodução/PIxabay – Rakkatarn

Com a implementação da nova tecnologia do sinal de 5G, que começou a operar nesta quarta-feira (6) em Brasília, o sinal de TV aberta em antenas parabólicas nos locais onde a nova tecnologia for implantada vai passar a não operar mais em um período de 18 meses, de acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). 

Quem possui a TV aberta via parabólica terá de trocar o aparelho para continuar recebendo o sinal televisivo, que também pode começar a sofrer interferência conforme a instalação do 5G nos locais.

Para as famílias que fazem parte do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo, o ”CadÚnico”, a mudança de aparelho pode ser feita de maneira gratuita, para continuar a recebendo o sinal televisivo.

Veja também  Google cria alerta para avisar sobre informações não confiáveis nas buscas online

João Pessoa, capital paraibana, será uma das quatro outras cidades brasileiras que neste primeiro momento passarão a receber o sinal. São Paulo, Belo Horizonte e Porto Alegre também estão incluídas nessa primeira fase. 

O choque entre sinal de parabólica e 5G acontece por conta da frequência em que ambos operam, que é a faixa de 3,5 gigahertz, que foi leiloada em novembro de 2021 para as operadoras de telefonia móvel.

*Com informações do g1