Cinco canções para Nova York

Nova York era a cidade do mundo que eu queria conhecer. Estava nos meus sonhos.

Eles eram marcados por canções.

Estudei os mapas com tanto afinco que conversava sobre seus caminhos como se já os tivesse percorrido.

Depois do 11 de setembro, passei a sonhar menos.

Não porque as torres gêmeas deixaram de fazer parte do seu horizonte de arranha-céus. Mas por não querer me incorporar à cultura do medo, à justificada paranoia dos americanos, correndo o risco, como estrangeiro, de ser vítima dela.

Veja também  Em Estúpido Cupido, Albuquerque era como centenas de cidadezinhas brasileiras

Agora, o medo real vem de uma nova expressão do terror: os atropelamentos em massa. Como vimos nesta terça-feira (31).

Cada vez mais, então, Nova York vai ficando, para mim, como um sonho não realizado.

Restam as canções. Como as cinco que escolhi para esse post.

AMERICAN TUNE, Simon e Garfunkel

ENGLISH MAN IN NEW YORK, Sting

CHANSONG,  Antônio Carlos Jobim

NEW YORK CITY, John Lennon

https://www.youtube.com/watch?v=UBUMpEwvLLQ

MANHATTAN, Ella Fitzgerald