Produtores serão beneficiados com kits sustentáveis

Até o final do ano, Estado terá quase 600 unidades do programa que evita danos ao meio ambiente e gera renda às famílias

O Programa de Agroecologia Integrada Sustentável (Pais) ganhará um reforço de 105 novas unidades até o final do ano na Paraíba. De acordo com o Sebrae, 57 kits de montagem das lavouras em círculos já foram distribuídos entre maio e junho. Mais 48 serão repassados até dezembro. O Pais já montou 565 unidades no Estado desde 2007. Com o programa, os agricultores se dedicam a plantar sem agrotóxico, evitam danos ao meio ambiente, preservam a qualidade da água e do solo e associam a plantação à criação de galinhas.

Os agricultores selecionados para o programa participam de um repasse, que é a ação integrada de início do Pais, com capacitação e instalação de uma unidade modelo. O próximo repasse será de 8 a 11 de julho, na comunidade Chã de Jardim, na cidade de Areia, no Brejo paraibano. O primeiro repasse deste ano foi de 17 a 20 de junho, na cidade de Pilões, na comunidade Florestan Fernandes, conforme o consultor do Sebrae Paraíba, Renato Albuquerque.

“Dos 105, 30 produtores foram selecionados ano passado. Eles são de Parari, São José dos Cordeiros, Santo André e Camalaú, no Cariri. Todos foram capacitados e estão trabalhando”, explicou. No segundo repasse do Pais este ano, mais seis cidades receberam 30 unidades. Os produtores de Alagoa Grande, Remígio, Guarabira, Cuitegi, Solânea e Bananeiras foram capacitados e Gabriel Pereira da Silva ficou com a unidade demonstrativa de hortaliças.

Os consultores escolheram os produtores através de visitas às comunidades rurais de todo o Estado. Para se ter acesso a esta tecnologia social do Pais, o perfil indicado é o do trabalhador da agricultura familiar agroecológica. Segundo Renato, qualquer produtor rural pode se informar nas agências do Sebrae como participar e se tornar um produtor agroecológico.

Veja também  INSS: confira o calendário de pagamentos de 2022