UFCG e UFPB são 1ª e 3ª classificadas em ranking de patentes de invenção no Brasil

Ambas as universidades ocupam o topo do levantamento desde 2018.

Foto: Leonardo Silva/Arquivo JP
A Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) foram, respectivamente, as 1ª e 3ª classificadas no levantamento de maiores depositantes de registros das patentes de invenção no Brasil em 2020, feito pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). A 2ª posição no topo da lista é ocupada pela Petrobras. 
Conforme o INPI, esta é terceira vez consecutiva que a UFCG e a UFPB aparecem na top 3 da relação com maiores números de patentes registradas.

No ano passado, a UFCG alcançou a marca de 96 registros. Em 2019, foram 90. Já em 2018, foram 82.

Veja também  Prouni vai aceitar alunos de escolas particulares sem bolsa de estudos

Também em 2020, a UFPB foi responsável por 74 registros. Em 2019, foram 100. Em 2018, foram 94.

Juntas, em 2020, as duas universidades somam 3,32% de participação entre os 50 registradores de patentes de invenção do país.

reitoria comitê
Foto: Divulgação

UFCG, UFPB e UFPB também estão em rankings de registros de programa de computador

A UFCG também está presente na relação de patentes de programas de computador, ocupando a 15ª posição, com 22 registros.

Já a UFPB, ocupa o 30ª lugar do levantamento, com 14 registros.

Ainda no mesmo ranking, o Instituto Federal da Paraíba (IFPB) ocupa a 49ª posição, com nove registros.