Consumo de conteúdos em vídeo dispara

Para 30% dos brasileiros conectados, os vídeos são a forma favorita de conteúdo.

Foto: Kon Karampelas/Unsplash

 

Desde o início da pandemia foi possível notar um crescimento no consumo de todos os formatos de vídeo. Videos pelo YouTube, lives e videochamadas foram algumas das formas que as pessoas encontraram para se conectar.

Para 30% dos brasileiros conectados, os vídeos são a forma favorita de conteúdo, isso de acordo com um estudo elaborado pela Think with Google, plataforma de insights do Google, que reuniu as principais tendências neste segmento para apontar caminhos possíveis no futuro em 7 áreas: consumo, educação online, trabalho, entretenimento, logística, segurança na internet e família.

Veja também  Barragem Engenheiro Avidos, na PB, recebe águas da transposição do Rio São Francisco

Os vídeos de entretenimento são os mais consumidos, por isso, uma boa curadoria será fundamental para marcas e profissionais de comunicação que desejam se destacar nesse universo. De acordo com o estudo, dentre os conteúdos de entretenimento mais consumidos estão os filmes (56%). A plataforma também identificou um crescimento médio de 450% nas buscas diárias por lives e de 36% nos gastos com serviços de streaming.

Fonte: Think with Google