Notícias
11 de outubro de 2021
06:20

Filhas da Rainha da Borborema: mulheres de Campina Grande são referências na arte, ciência e esporte

Neste dia 11, no aniversário de 157 anos da cidade, o Jornal da Paraíba reuniu histórias de algumas desses exemplos.

Matéria por Iara Alves e Bruna Couto

Sejam naturais de Campina Grande ou a tenham adotado como mãe de coração, as mulheres da Rainha da Borborema são exemplos para diversas áreas, como a arte, ciência e esporte. Neste dia 11, no aniversário de 157 anos da cidade, o Jornal da Paraíba reuniu histórias de arquivo de algumas dessas referências.

Juliette Freire. Foto: André Nicolau/Reprodução/Twitter

Juliette Freire: Campina toda bem falada no maior reality da TV brasileira

Juliette Freire nasceu em Campina Grande e cresceu no bairro do Pedregal. Ao longo dos anos, se consolidou como advogada e maquiadora, em João Pessoa.

Em 2021, Juliette participou do Big Brother Brasil, e se consagrou grande como a campeã do maior reality da Rede Globo.

Ainda no confinamento, a paraibana falou de Campina Grande e sobre sua paixão por lugares como o Parque da Criança e o Parque do Povo, onde acontece a festa de São João.

>>Juliette estreia oficialmente carreira musical

Ao sair da ‘casa mais vigiada do Brasil’, Juliette pôde conhecer uma nova realidade. Nas redes sociais, se tornou um fenômeno, e hoje já ultrapassa a marca de 32 milhões de seguidores apenas no Instagram.

Atualmente, Juliette tem se dedicado a carreira de cantora, e lançou o Ep “Juliette. Ela também foi convidada para apresentar o programa TVZ, do Multishow, e ganhou o prêmio “Mulher do Ano”, da revista Glamour.

Mayana Neiva: carreira de sucesso nas telinhas e telonas

A estrela da atriz Mayana Neiva começou a brilhar em Campina Grande quando ela ainda era criança. Nas ruas da Rainha da Borborema, ela costumava fazer da atuação uma brincadeira junto com as amigas.

Mesmo com o talento pulsando nas veias desde a infância, a atriz achou que não trabalharia na área, mas seguiria carreira na física. Só que aos 16 anos de idade, Mayana foi abraçada pela arte e voou, literalmente, para cursar teatro fora do país.

Já no universo artístico, ela se destacou nas novelas “Amor Eterno Amor”, “Sangue Bom” e “Ti Ti Ti” da Rede Globo, atuou em filmes, se consolidou no cenário internacional e agora embarca também no mundo da música.

>> Mayana grava dois clipes no Sertão

Um dos lugares mais especiais da cidade que guarda na memória é o Parque do Povo, onde acontece a maior parte das celebrações de São João da cidade, referência no país inteiro.

No palco principal do Quartel General do Forró em 2013, ela cantou ao lado de ninguém mais, ninguém menos do que Elba Ramalho.  Juntas, interpretaram sete músicas de Luiz Gonzaga. Um momento que ela não quer apagar da memória.

“Foi uma das maiores emoções da minha vida”, declarou.

Adriana Melo: o valor da ciência para a vida

Cidadã campinense reconhecida publicamente, a médica Adriana Melo tornou Campina Grande conhecida após desenvolver pesquisas que comprovaram a relação do zika vírus com a microcefalia.

>> Médica quebra barreiras e traz esperança a mães de bebês com microcefalia

Adriana é natural da cidade do Crato, no Ceará, mas mora e atua em Campina Grande há muitos anos. Em 2015, ano em que o Brasil registrou um surto de zika, ela descobriu que o vírus poderia ter relação com o aumento na quantidade de bebês com microcefalia.

As pesquisas iniciais foram comprovadas e, desde então, a médica se dedica a estudar e cuidar das mães e das crianças com microcefalia.

Em 2017, Adriana Melo foi eleita pelo jornal O Globo como a personalidade do ano pelos estudos científicos desenvolvidos. Ela tem mais de 20 anos dedicado a pesquisa na área da obstetrícia, e também realiza eventos sociais para beneficiar mães de crianças com microcefalia.

Bethe Correia: reflexo da luta e da força da mulher campinense

Bethe Correia se consolidou como lutadora de MMA. Por causa de sua garra e desempenho no tatame, também é conhecida como Bethe Pitbull.

O Açude de Bodoncogó é para ela sinônimo de boas recordações dos passeios nas tardes de domingo.

“Guardo muito boas lembranças da caixa d’água lá no Bodocongó. Tem uma paisagem linda do pôr-do-sol com a lagoa. É super romântico”, destacou.

>> Bethe Correia encerra carreira no MMA em Las Vegas

A dedicação de Bethe fez com que se tornasse mundialmente conhecida pela atuação no Ultimate Fighting Championship (UFC), evento do qual se despediu na última semana.

Com uma atuação de décadas no esporte, ela deixa o legado da força mulher campinense, que luta para realizar os seus sonhos e conquistar o seu espaço.

Iara Alves

Jornalista e mestra em jornalismo. Apaixonada por verso e prosa. Vejo poesia em tudo e enxergo quase tudo em forma de poesia. Amo, respiro e vivo o NORDESTE.

Bruna Couto

Campinense, quase jornalista pela UEPB e aprendiz de repórter no Jornal da Paraíba. Apaixonada pelo Nordeste e sempre em busca de histórias que nos fazem sonhar.

Leia também