João Paulo Medeiros

Com apoio dos novatos, Marinaldo fecha grupo de 13 e deverá ser presidente da CMCG

Grupo tem a assinatura de 13 vereadores, entre veteranos e novatos

Foto: Ascom

O grupo que faz oposição à reeleição da atual presidente da Câmara de Vereadores de Campina Grande, Ivonete Ludgério (PSD), deu hoje um passo importante na disputa pela Mesa Diretora da ‘Casa’ em 2021. O agrupamento sacramentou o nome do vereador Marinaldo Cardoso como candidato à presidência e anunciou o apoio de 13 nomes em torno dele para o próximo biênio.
O grupo recebeu a adesão de vereadores eleitos no dia 15 de novembro. São necessários 12 votos para obter maioria na ‘Casa’.
Conforme os entendimentos internos, a futura Mesa Diretora deverá ser composta pelo vereador Marinaldo como presidente; Eva Gouveia (PSD) como 1ª vice-presidente; Saulo Germano (PSC) na 2ª vice-presidência; Valéria Aragão (PTB) como 3ª vice-presidente; o vereador Saulo Noronha como 1º secretário; Jô Oliveira na 2ª secretaria; e Waldeny Santana (DEM) como 3º secretário.
A lista divulgada pelo grupo é assinada por Eva Gouveia (PSD), Marinaldo Cardoso (Republicanos), Carol Gomes (Pros),
Sargento Neto (PSD), Saulo Germano (PSC), Saulo Noronha (SD), Dinho do Papaléguas (DEM), Waldeny Santana (DEM),
Hilmar Falcão (DC), Alexandre do Sindicato (PSD), Fabiana Gomes (PSD), Jô Oliveira (PCdoB) e Valéria Aragão (PTB).

Veja também  Disputa pelo Governo tem xadrez definido; no Senado, cenário depende do futuro de Ricardo Coutinho no STF