Botafogo-PB pode terminar próxima rodada da Série C na liderança do quadrangular ou mais distante da briga pelo acesso: veja cenários

Belo ainda não venceu no quadrangular do acesso da Série C e precisa ter cuidado para não desgarrar dos adversários na tabela.

Foto: Guilherme Drovas / Botafogo-PB

O Botafogo-PB já mostrou que pode ser competitivo nesse quadrangular do acesso na Série C do Campeonato Brasileiro. Ofensivamente, foi melhor do que o adversário nos dois jogos que fez pelo Grupo C, diante do Ituano, em João Pessoa, e contra o Paysandu, em Belém. Entretanto, o time não venceu. Perdeu na Paraíba e empatou no Pará. O que colocou o Belo na lanterna da chave após duas rodadas, com apenas um ponto conquistado.

No sábado, o Botafogo-PB encara o Criciúma em Santa Catarina, às 19h. A rodada pode colocar o time paraibano na liderança da chave, mas também pode afastar o Belo da luta pelo acesso, caso volte a perder no torneio.

Vitória sobre o Criciúma

O atual líder é justamente o adversário deste sábado, o Criciúma. De modo que vencer a equipe catarinense, em seus domínios, no Heriberto Hulse, pode ser um trunfo crucial na busca pela Série B. Em termos de tabela de classificação, o Belo, caso vença fora de casa, empata em pontos com o Tigre. Os dois times ficariam com quatro pontos.

Contra o Paysandu, em Belém, Belo foi melhor, mas não conseguiu vencer (Foto: John Wesley/Paysandu)

Para ser líder do Grupo C ao fim da rodada, o Botafogo-PB tem que vencer o jogo por dois gols de diferença e torcer para um empate no outro jogo da rodada, entre Paysandu e Ituano, que jogam às 17h, do mesmo sábado. Se essa combinação acontecer, o Belo acaba o turno de jogos do quadrangular do acesso no topo do Grupo C. O Botafogo-PB teria quatro pontos, o Criciúma quatro, o Ituano quatro e o Paysandu três. Pelos critérios de desempate, o Alvinegro ficaria com a primeira colocação.

Veja também  Senador Veneziano apresenta projeto de lei para definir critério de repasse da Timemania

Derrota para o Criciúma

Mas a rodada também pode ser a pior possível. E qual seria o pior cenário? Primeiro, lógico, perder para o líder, que iria disparar na tabela em relação ao Botafogo-PB. Caso perca, o Criciúma, que tem quatro, chegaria aos sete pontos e abriria seis pontos para o Belo, que seguiria com um ponto.

O cenário pode ficar pior se no outro jogo da rodada, o Ituano, que tem três, vencesse o Paysandu. O Galo de Itu iria para seis e abriria cinco para o clube paraibano.

Empate

Caso empate ou perca, o Botafogo-PB precisa torcer para o outro duelo da rodada ser empate, para que a diferença dele para o Ituano e o Paysandu não se alargue tanto. Não perder em Criciúma é fundamental. Para chegar vivo na sequência de dois jogos seguidos em casa, diante de Criciúma e Paysandu, que vem em seguida.