Paraíba comemora meta batida nas Paralimpíadas Escolares, em São Paulo, com 60 medalhas

Coordenação da delegação paraibana havia estipulado um objetivo de chegar às 50 medalhas, mas foi mais que o esperado, um feito bastante comemorado por todos.

Divulgação / Sejel

Na última sexta-feira, foi encerrada mais uma edição das Paralimpíadas Escolares Brasileiras. O evento aconteceu em São Paulo, e a Paraíba contou com uma delegação composta com 80 membros, sendo 51 atletas, que conseguiram bater a meta que havia sido estabelecida pela coordenação da delegação, que era de 50 medalhas. Ao todo, os meninos e meninas trouxeram para a Paraíba um total de 60 medalhas, ficando na 5ª colocação no quadro geral.

Por conta da pandemia, os atletas tiveram a preparação em um ritmo diferente do normal, pois não aconteceram as seletivas, como é habitual, e os treinos passaram por várias restrições. Por esse motivo, a meta estabelecida pela organização regional não era a de bater a última edição, de 2019, em que nosso estado obteve 64 medalhas, mas sim fazer um bom desempenho e ultrapassar as 50 medalhas, o que aconteceu, e foi bastante comemorado por Jean Azevêdo, chefe da delegação paraibana.

“As Paralimpíadas Escolares são o principal revelador de talentos para o paradeporto no Brasil. Para nós da Paraíba, mais um vez, saímos daqui sabendo que fizemos uma grande competição e que todo o esforço para poder trazer essa garotada para São Paulo valeu a pena. Tivemos resultados excelentes e grandes talentos sendo mostrados para o país”, disse.

Veja também  Mazinho analisa fase da Seleção de Tite, prevê boa disputa na Copa do Catar e acredita que Hulk será convocado

 

Divulgação / Sejel

Ao todo, foram 60 medalhas, sendo 37 só no atletismo, que sempre foi o carro-chefe da Paraíba nas disputas, de onde, inclusive, saíram grandes talentos, a exemplo do multicampeão Petrúcio Ferreira. Ainda no atletismo, a Paraíba conseguiu bater cinco recordes da competição.

A natação foi a segunda modalidade que mais trouxe medalhas para a Paraíba, com 10 conquistas no total. Foram cinco medalhas na bocha, três no Judô, duas no badminton, duas no tênis de mesa e uma terceira colocação na disputa do basquete 3×3 em cadeiras de roda. O atleta Jovânio, natural de Cabedelo, chamou a atenção pelo seu desempenho individual no basquete em cadeira de rodas e foi convocado para um camping da Seleção Brasileira, que deve ocorrer em janeiro do próximo ano, no Centro Paralímpico Brasileiro (CPB), novamente em São Paulo.

Confira como ficou o quadro de medalhas da Paraíba nas Paralimpíadas Escolares Brasileiras:

  • 60 medalhas no total
  • 33 de ouro
  • 15 de prata
  • 12 de bronze