Polícia suspeita que foragidos de Solânea estejam em cidades vizinhas

Segundo informações da polícia, a maioria dos detentos são de outras cidades e podem ter fugido para elas. 

A Polícia Civil está em operação, nesta quinta-feira (11), realizando buscas para identificar e prender os 12 presos que fugiram da Cadeia Pública de Solânea, no Agreste paraibano. A fuga aconteceu na tarde da última terça-feira (9). 

De acordo com informações do Delegado Diógenes Fernandes, a Polícia Civil montou um esquema para encontrar os presos que fugiram da cadeia de Solânea. Segundo ele, muitos dos detentos são de cidades vizinhas. “A maioria dos presos são de outras cidades como Alagoa Grande, Campina Grande. Então tivemos que montar um esquema para conseguir capturá-los”, disse ele.
 
Na manhã de hoje, a polícia encontrou dois veículos e as facas utilizadas pelos 12 detentos durante a fuga da cadeia pública. A polícia recuperou uma motocicleta roubada  de um motociclista que transitava pelo local e um carro, pertencente a um agente da penitenciária. Os veículos foram encontrados na zona rural de Arara, município localizado a aproximadamente 16km de Solânea. 
 
As facas recuperadas foram roubadas da cozinha da cadeia. A polícia encontrou ainda uma réplica artesanal de uma arma de fogo, que também foi utilizada pelos presos para render os policiais. Os objetos foram abandonados no pátio da cadeia durante a fuga dos bandidos. Na fuga, os presidiários jogaram as facas e a réplica da arma no pátio da cadeia, ainda de acordo com a polícia.
 
Os 12 detentos fugiram na tarde de quarta-feira, por volta das 16h, quando serraram as grades das celas e esperaram um agente penitenciário passar para pode rendê-lo e conseguir realizar a fuga. De acordo com as informações da Gerência do Sistema Penitenciário, os presos renderam os agentes penitenciários e os policiais, e conseguir fugir do local utilizando veículos roubados. 
Veja também  Notícias de hoje: resultado do Prouni, criança desaparecida e Deltan Dallagnol condenado