AL terá novos suplentes com afastamento de deputados para licença médica

Desde fevereiro, quando foi iniciada a atual legislatura, cinco suplentes já assumiram assento na Assembleia.

Ainda neste mês, novos suplentes podem assumir assento na Assembleia Legislativa para cobrir licença de deputados titulares dos mandatos. Desde a última quinta-feira, as atividades na Casa foram suspensas por causa de problemas na rede de esgoto do prédio. O deputado Branco Mendes (PEN) admitiu a possibilidade de requerer licença para tratamento de saúde, desta forma, abrindo espaço para Mineral, que é 1º suplente.

Contudo, o afastamento de Branco só deve ser definido após realização de uma série de exames solicitados por seus médicos. Outro deputado cotado para se licenciar é Ricardo Marcelo (PEN), que retornou à Assembleia no mês passado, após licença de 121 dias, porém o parlamentar afirmou que apesar de enfrentar problemas de saúde, está tentando conciliar os cuidados médicos com a atividade parlamentar e descartou um novo pedido de licença.

Desde fevereiro, quando foi iniciada a atual legislatura, cinco suplentes já assumiram assento na Assembleia. Atualmente, três suplentes cobrem a licença de deputados titulares do mandato. São eles: Hervázio Bezerra (PSB), Charles Camaraense (PSL) e Arthur Cunha Lima Filho (PRTB). Estão licenciados os deputados Lindolfo Pires (DEM), Tião Gomes (PSL) e Jeová Campos (PSB).
 

Veja também  Governador sanciona lei que inaugura programa “Paraíba Primeira Infância”