Internet Explorer chega ao fim após quase 27 anos

Clássico navegador da Microsoft, o Internet Explorer deixa de funcionar no Windows 10 a partir desta quarta-feira e passa a ser substituído pelo Edge.

Internet Explorer é descontinuado pela Microsoft

O fim do Internet Explorer (IE), um dos primeiros navegadores de internet, chegou, após quase 27 anos. A partir desta quarta-feira (15), os usuários que tentarem acessar o atalho do navegador no Windows 10 vão ser redirecionados ao Microsoft Edge, navegador padrão do Windows 11 e que usa a mesma base que o Google Chrome. 

O anúncio do encerramento do suporte ao IE foi feito pela Microsoft em maio de 2021, porém desde antes, os aplicativos online do Office 365, como o Word, Excel e Power Point, já não funcionavam mais no navegador. 

Conforme a Microsoft, com o fim do Internet Explorer, o navegador não vai mais receber atualizações de segurança ou melhorias e, após um período de redirecionamento para o Edge, a empresa vai desabilitar totalmente o navegador por meio de uma atualização do Windows.

Usuários do IE já recebem mensagem sobre substituição para o Edge
Usuários do IE já recebem mensagem sobre substituição para o Edge

Em nota publicada no blog da empresa, a Microsoft diz que a principal justificativa para encerrar o suporte ao clássico navegador é oferecer uma melhor experiência de uso com o Edge e também disponibilizar uma plataforma compatível com sites e aplicativos modernos, além de ser mais segura contra ataques de phishing e malware.

O desligamento do IE acontece de forma gradativa. Por enquanto, apenas os usuários finais do Windows 10 vão deixar de ter acesso ao navegador. O suporte permanece para quem usa Windows 7, 8, 8.1 e Server. As versões Enterprise LTSC e Enterprise IoT LTSC do Windows 10 também continuam com o aplicativo.

Veja também  Google cria alerta para avisar sobre informações não confiáveis nas buscas online

Segundo a Microsoft, a maior parte destes sistemas operacionais deve perder o Internet Explorer até 2023, mas em algumas versões, o navegador ainda vai permanecer até 2029.

Compatibilidade do Internet Explorer com o Microsoft Edge

Para evitar problemas com programas e sites antigos que dependiam do Internet Explorer para funcionar, a Microsoft preparou um modo de compatibilidade com o antigo navegador dentro do Microsoft Edge. Para ativar, basta que os usuários do Edge entrem nas configurações do programa, cliquem em “Navegador Padrão” e, no campo “Permitir que sites sejam carregados no modo Internet Explorer”, selecionar a opção “Permitir”.

Internet Explorer vai ser substituído pelo Microsoft Edge
Internet Explorer vai ser substituído pelo Microsoft Edge

Pioneirismo

O Internet Explorer foi lançado pela Microsoft em agosto de 1995, junto com o sistema operacional Windows 95, sendo um dos primeiros – o mais conhecido – navegador da primeira era de navegação na internet.

Em menos de 10 anos, o IE se tornou o principal navegador do mundo, sendo usado por 95% dos computadores do mercado entre 2002 e 2003. Em 2010, o programa ainda era o mais usado do mundo, com 59,9% dos usuários, à frente de navegadores mais modernos como o Firefox (24,5%) e Chrome (6,7%).

Com a popularização do Safari (da Apple) e a consolidação do Google Chrome, com ferramentas modernas e mais segurança de navegação, o Internet Explorer foi perdendo espaço. Em 2015, a Microsoft apresentou o Edge, passando, desde então, a preparar o fim do Internet Explorer, que recebeu sua última atualização em 2019, por motivos de segurança.