Fabi Cavalcanti
Miguel Cavalcanti

O que fazer para ter um animal silvestre?

Imagem cedida pelo médico veterinário e mestre em ciências animais dr. Glenison Dias

 

Gaviões, corujas, chinchilas, ferrets, cobras, são alguns dos animais que podemos criar em casa. Mas você sabe o que é preciso para manter um desses animais?

A princípio, é fundamental conhecer um pouco mais do animal pretendido. Hábitos alimentares, se é um animal diurno ou noturno, se o clima da sua região é adequado para essa espécie, se existem veterinários especializados por perto que possam atendê-lo e o mais importante, se a rotina da sua família comporta recebê-lo. 

O próximo passo é pensar no tipo de recinto que seria ideal para ele e se sua casa tem como adaptar-se a este recinto.

O último passo é buscar um criadouro legalizado de animais silvestres, com boas referências.

 Para manter um animal silvestre é preciso ter uma documentação que é emitida pelo próprio criadouro e enviada junto com o animal: a nota fiscal e o certificado de origem. Além da documentação, o animal deverá possuir a sua identificação individual de acordo com sua espécie; mamíferos e serpentes recebem um microchip e aves recebem um anilha. 

Cada animal possui uma necessidade diferente de nutrientes e alimentos, de treinamento, de interação e manejo. Buscar uma grande quantidade de informações antes de adquirir seu animal silvestre é imprescindível para o bem-estar dele e de toda a família.