Fabi Cavalcanti
Miguel Cavalcanti

Os filhos felinos de Freddie Mercury

Hoje, trinta anos após o seu falecimento, vamos trazer algumas curiosidades que talvez vocês não saibam sobre a relação entre Freddie e seus gatos.

Freddie Mercury era um amante dos gatos.

Tom, Jerry, Tiffany, Dorothy, Delilah, Goliath, Romeo, Miko, Lily e Oscar foram alguns dos gatinhos que passaram por sua vida, sendo a maioria deles adotados em abrigos ou em hospitais veterinários e eram tratados como seus filhos.

Hoje, trinta anos após o seu falecimento, vamos trazer algumas curiosidades que talvez vocês não saibam sobre a relação entre Freddie e seus gatos.

Os primeiros gatos de Freddie, Tom e Jerry,  foram presentes de sua namorada Mary Austin.

Durante suas turnês, Freddie Mercury tinha o hábito de fazer ligações para seus gatos; durante a ligação ele pedia para quem estivesse cuidando de seus gatinhos que os colocassem perto do fone para que ele pudesse falar e eles o ouvissem.

No Natal, cada um de seus gatinhos tinha uma meia com seu nome recheada com petiscos e brinquedos.

Em 1985, Freddie Mercury gravou um álbum solo Mr. Bad Guy e dedicou o álbum a Tom, Jerry, Oscar e Tifanny e “a todos os amantes de gatos do universo”.

Veja também  Como manter a decoração de Natal em casas com cães e gatos?

Delilah, que era chamada de “princesinha” por Freddie, deu seu nome à uma canção do álbum Innuendo, lançado em fevereiro de 1991. A canção foi escrita quando a saúde de Freddie já estava bem frágil.

No Innuendo, Freddie ainda mostrou esse afeto aos felinos de outras formas: em sua foto para a capa do álbum, Freddie Mercury posou com um gato nos ombros e outro no topo de sua cabeça e, para o vídeo da música “These Are The Days of Our Lives” ele usou uma roupa estampada com imagens de cada um de seus gatos.

Delilah foi a maior companheira de Mercury nos seus últimos meses de vida e, no momento de sua morte, ele acariciava seus pelos.

Freddie Mercury deixou toda sua fortuna para Mary Austin e seus gatos, que continuaram a viver na casa em que moravam.