Animais da Bica recebem ovos de Páscoa personalizados, em João Pessoa

Ação começou nesta terça-feira (4) e visa o enriquecimento da rotina do animal.

Foto: Reproducão/Bica

Animais do Parque Zoobotânico Arruda Câmara (Bica), em João Pessoa, receberam ovos de Páscoa confeccionados em papel machê atóxico, recheados de acordo com a dieta de cada um deles, nesta terça-feira e quarta-feira (5). A atividade visa o enriquecimento alimentar dos animais, além de tornar seu alimento mais atrativo e estimulante, despertando o interesse dos visitantes de maneira educativa sobre a alimentação de cada um dos animais da Bica.

Macacos abrem ovo de Páscoa.
Foto: Divulgação/Bica

A ação começou nesta terça-feira (4) e continua nesta quarta-feira (5). Kleber Filho, ecólogo, explica que o enriquecimento já faz parte da rotina do zoológico e que essa ação é um modo de transformar o dia do animal, que pode ser feito de maneiras diferentes.

 “Existem vários outros tipos de enriquecimentos, como o cognitivo, o sensorial e outros. Neste, o foco é o enriquecimento ambiental com tema de Páscoa, então confeccionamos ovos coloridos, com papel machê, de forma atóxica, de maneira a dar segurança para os animais, mas também de maneira a despertar a curiosidade deles e dos visitantes”, ressalta Kleber Filho.

Papagaios, araras, a onça pintada, os macacos da ilha e os jabutis foram os primeiros animais a serem agraciados com a ação. E nesta quarta-feira os pequenos mamíferos como primatas, guaxinins, quatis, tamanduás, e pequenos felinos, como gato-do-mato, gato mourisco, jaguatirica e a leoa, Leona, receberão seus ovos de Páscoa.

Onça pintada abre seu ovo de Páscoa
Foto: Divulgação/Bica

 “Os visitantes que estiverem aqui vão poder acompanhar e ver os animais interagindo com os enriquecimentos ambientais, abrindo ovos de Páscoa, onde encontrarão os alimentos do cotidiano, como frutas, legumes, ração, sementes, carne, de uma forma diferenciada”, esclarece Kleber.

O diretor da Bica, Rodrigo Fagundes, diz que essa ação é um momento divertido e educativo e uma oportunidade para os visitantes conhecerem os hábitos alimentares e necessidades de cada animal. Rodrigo ainda convida os visitantes para ver os amados animais do zoológico desfrutando de suas refeições de Páscoa.