5 anos de Brumadinho: Quem lembra do Shogun?

Shogun curtindo a aposentadoria

Em 2021 postamos aqui no blog sobre o Shogun, labrador retriever que acompanhou o major Edson Ferraz nas buscas em Brumadinho, em 2019.

Hoje, 5 anos após da tragédia de Brumadinho, fomos atrás de notícias do nosso herói Shogun.

Shogun, agora com 11 anos, foi oficialmente adotado pelo Major Ferraz, tem uma vida tranquila, de pet e virou “recepcionista” clínica veterinária de seu tutor, a Ed.pet, em Campina Grande.

Conversamos com o Major Edson pra saber mais sobre a relação entre ele e Shogun.

Como foi a adoção de Shogun?

De acordo com o major, quando os cães da corporação são aposentados, a preferência de adoção é de seus condutores que podem optar pela adoção ou não. Nesse momento, caso o condutor adote o cão, o Corpo de Bombeiros faz um termo de doação e a pessoa que o adota passa a ser o responsável legal por aquele cão. O cão é aposentado por volta dos 8 anos.

Momentos difíceis e emocionantes em Brumadinho

Mesmo já tendo passado seis meses do acidente, major Edson relatou que ele e Shogun passaram por momentos complicados em algumas áreas de difícil acesso por causa dos terrenos acidentados e úmidos, fazendo com eles ficassem atolados em alguns pontos.

Para ele, os momentos mais emocionantes foram os que o cão apontava um local que tinha alguma vítima ou partes de vítimas soterradas para que fossem identificadas e trazer um certo conforto para as famílias de pessoas desaparecidas.

A vida pós aposentaria de um cão de trabalho

Atualmente, Shogun vive como um pet, na casa de seu tutor. Major Edson que relata que realiza treinos de obediência curtos, porém constantes, em casa mesmo e ressalta a importância de manter esses treinos e incluí-los na rotina de pets em geral, mesmo que idosos, para auxiliar na manutenção da saúde mental e equilíbrio de qualquer pet.

Shogun vai pra clínica veterinária junto com seu tutor e lá ele recebe os clientes humanos e pets com muita amorosidade, sempre paciente com filhotes e respeitoso com outros animais.

Cuidados com o cão de trabalho aposentado

De acordo com seu tutor, Shogun recebe todos os cuidados que qualquer outro animal, de trabalho ou não, deveria receber – acompanhamento com veterinário, alimentação adequada, suplementação, vacinas, exames, cuidados específicos devido à idade.

Por ser um cão cheio de energia, mesmo idoso, além desses cuidados com a saúde, ele também mantém a rotina dos treinos de obediência e treinos de faro, de curta de duração e em áreas restritas respeitando o ritmo e os limites da idade mas com o intuito de oferecer um gasto de energia mental adequado e atender às suas necessidades.