Teste de DNA para cães: o impacto da genética na saúde dos animais

Sim, existem testes genéticos para cães…e de vários tipos!

Teste de paternidade, teste para determinar a “pureza” da raça ou descobrir quais raças originaram aquele indivíduo (no caso de um animal sem raça definida), teste para descobrir se o peludo é portador de alguma doença hereditária ou se possui mutação em algum gene que passaria para seus filhotes e até mesmo teste para descobrir quais cores de pelagens ele poderia passar para futuras gerações.

Embora não sejam tão comuns como deveriam, esses exames genéticos vem despertando interesse em tutores que querem saber um pouco mais da origem genética do seu animal, além de serem utilizados por criadores realmente responsáveis para melhorar a qualidade de sua criação e a saúde das futuras ninhadas.

Prevenção de doenças

Os testes genéticos voltados para pesquisa de doenças, que conseguimos comprar no Brasil, são capazes de detectar mais de 200 tipos de patologias, independentemente se o bichinho é de alguma raça específica ou não.

Mutações nos diversos genes podem ser causadoras de cardiomiopatia, surdez, cegueira, intolerância a medicamentos, podem aumentar a predisposição ao câncer, entre várias outras doenças.

Sabendo que o seu animalzinho possui uma pré-disposição para desenvolver uma doença ou uma intolerância a um medicamento, é claro que um tutor cuidadoso fará o possível para minimizar tal condição ou até evitar que ela ocorra; melhorando a qualidade de vida desse cão.

Diminuição do abandono de animais

Não é incomum vermos animais que são doados ou abandonados quando adoecem e, no caso de cães de raça, muitos desses abandonos ocorre por causa de uma criação amadora, vulgarmente conhecida como “fundo de quintal”.

São pessoas que cruzam suas matrizes e padreadores levando em consideração a beleza, a cor ou tipo de pelagem, sequer sabem quais as doenças comuns daquela raça e não fazem exames genéticos para evitar cruzamentos que, com certeza, trarão consequências negativas para a ninhada.

Vira-latas, o famoso tiquinho de cada raça

No teste específico para identificação de raças, tanto é possível confirmar a raça de um cão quanto descobrir quais raças contribuíram para formar aquele indivíduo.

Teste de DNA para cães: o impacto da genética na saúde dos animais

Olive, esse cãozinho aí da foto, é um srd super charmoso e, de acordo com o resultado do seu exame genético, ele é uma mistura das raças listadas ao lado, nessas porcentagens.

Prós e contras

É um exame indolor, o tutor mesmo faz a coleta da saliva em casa, utilizando uma escovinha (swab), que vem na caixa do exame, conforme as orientações fornecidas pelo fabricante e envia o material para o local indicado.

Tem exames para cães e gatos, para qualquer raça ou sem raça, de todos os portes.

A grande desvantagem desses exames é o valor.

Até o exame nacional tem um custo bem alto, sendo mais vantajoso às vezes adquirir um dos importados na internet, mesmo sendo mais demorado.