Campinense perde para o Vitória, no Amigão, chega a seis jogos sem vencer na Série C e se aproxima do Z-4 da Terceirona

Gol do Leão da Barra foi marcado pelo zagueiro Danilo Cardoso, no segundo tempo. Campinense chega ao sexto jogo sem vencer na Terceirona e cai para a 16ª posição na tabela de classificação.

(Foto: Samy Oliveira / Campinense)

Lá se vão 41 dias desde a última vitória do Campinense na Série C do Campeonato Brasileiro. Desde aquele triunfo por 2 a 0 contra o Brasil de Pelotas, no dia 17 de abril, a Raposa entrou em campo pela Terceirona em outras seis oportunidades, empatando três, perdendo outras três e caindo do G-8 para a 16ª colocação. O revés da vez foi para o Vitória, que em pleno Estádio Amigão, em Campina Grande, bateu o Rubro-Negro por 1 a 0 e colocou a equipe do técnico Ranielle Ribeiro em uma posição incômoda na tabela de classificação do campeonato.

Primeiro tempo

Não foram muitos os torcedores que compareceram nas arquibancadas do Estádio Amigão na tarde deste sábado. Os que marcaram presença viram 45 minutos iniciais de poucas chances, mas todas do Campinense. Logo aos 10 minutos, após boa trama do ataque raposeiro, a bola sobrou limpa para Luiz Fernando, na entrada da grande área, soltar o pé e fazer a redonda explodir na trave do goleiro Lucas Arcanjo. Oito minutos depois, após falta marcada para a Raposa, foi a vez do camisa 10, Dione, cobrar falta no capricho, tirar da barreira e fazer a bola tirar tinta da trave do time baiano.

A partir daí o Vitória tratou de administrar o resultado, assumiu postura reativa e esperou o Campinense em seu campo Já a Raposa até procurava os espaços, ficava com a bola, mas não conseguia penetrar o bom sistema defensivo do Leão da Barra e, assim, sem muitas grandes emoções, encerrou-se o primeiro tempo.

Segundo tempo

A segunda etapa começou e, com isso, os dois times, que precisavam da vitória, foram para o ataque. O Campinense, mais uma vez com Luiz Fernando, até tentou assustar o goleiro do Vitória, mas foram os soteropolitanos que abriram o marcador no Estádio Amigão. Aos 10 minutos, justo no primeiro escanteio para o Leão na partida, a bola foi alçada na área e, no bate-rebate da defesa raposeira, melhor para o zagueiro Danilo Cardoso, que, com oportunismo, balançou as redes paraibanas e foi para o abraço.

Campinense x Vitória
No Amigão, Campinense perdeu a sua primeira partida em casa na Série C (Foto: Samy Oliveira / Campinense)

Atrás no marcador e ficando à beira do Z-4 com o resultado, o técnico Ranielle Ribeiro mandou o time para o ataque e, com isso, os espaços começaram a ficar mais evidentes. Aos 20 minutos, Gabriel Santiago quase amplia o marcador para o Vitória. Olávio, para o Campinense, teve a chance de marcar, mas, cara a cara com Lucas Arcanjo, mandou para fora. A partir da segunda etapa da fase final o jogo voltou a ficar truncado e sem tantas emoções, com a Raposa tendo a posse de bola, mas sem muita efetividade. Ao fim dos 50 minutos de jogo no segundo tempo, melhor para o Vitória, que conquistou a sua segunda vitória seguida e se afastou de vez da zona de rebaixamento. 

Escalações

CAMPINENSE: Mauro Iguatu; André Mascena (Felipinho), Michel Bennech, Cleiton e Emerson (Douglas Lima); Jefferson, Magno (Hugo Freitas), Dione e Luiz Fernando (Filipe Ramon); João Paulo (Erick Pulga) e Olávio. Técnico: Ranielle Ribeiro.

VITÓRIA: Lucas Arcanjo; Alemão, Danilo Cardoso, Marco Antônio e Sanchez; Léo Gomes, Alan Pedro (Alisson Santos), Dionísio e Gabriel Santiago (Foguinho); Roberto (João Pedro) e Rafinha (Dinei). Técnico: Fabiano Soares.

Próximos compromissos

O Campinense agora volta a campo apenas no próximo dia 6 de junho, quando no Baenão, em Belém do Pará, vai medir forças com o Remo. O Vitória, por sua vez, volta a campo um dia antes, quando, no Barradão, vai tentar emendar a sua terceira vitória consecutiva na Terceirona contra o Volta Redonda.