Extração ilegal de minérios é alvo de operação da PF no Sertão da Paraíba

Foram cumpridos três mandados de busca e apreensão em sedes de uma empresa de propriedade de um minerador português.

Operação da PF em Várzea combate extração ilegal de minérios

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (22) a Operação Lioz, com o objetivo de combater a extração ilegal de minérios no município de Várzea, na Paraíba. Os envolvidos poderão responder pelos crimes de usurpação de matérias-primas da União, uso de documentos falsos e crimes ambientais.

A operação contou com apoio da Agência Nacional de Mineração e foram cumpridos três mandados de busca e apreensão expedidos pela 14ª Vara Federal de Patos.

Os alvos são as sedes de uma empresa de mineração pertencente a um cidadão português que, segundo informações colhidas na investigação, realizava extração e beneficiamento ilícitos de calcário no município do Sertão paraibano.

Extração ilegal de minérios é alvo de operação da PF no Sertão da Paraíba
Três mandados de busca e apreensão foram cumpridos

Conforme apurado, a empresa investigada realizava extração de calcário sem autorização dos órgãos estatais, roubando matéria-prima de propriedade da União e causando impacto ambiental. De acordo com a Agência Nacional de Mineração, foram extraídas mais de 50 toneladas do minério.

A Justiça Federal determinou a quebra do sigilo telemático do investigado, bem como o bloqueio de valores e sequestro de bens com a finalidade de recompor o prejuízo causado aos cofres públicos e ao meio ambiente.