Prefeitura de Conceição decreta situação de emergência e estado de calamidade pública

As medidas foram publicadas nesta segunda-feira (8) e valerão pelos próximos 180 dias.

Foto: Divulgação
Prefeitura de Conceição decreta situação de emergência e estado de calamidade pública
Prefeitura de Conceição, no Sertão, decreta situação de emergência e estado de calamidade pública. Foto: Divulgação

A Prefeitura de Conceição, no Sertão da Paraíba, decretou situação de emergência por causa da falta d’água nas zonas rural e urbana da cidade, além de estado de calamidade pública, provocada pela pandemia da Covid-19. As medidas, publicadas nesta segunda-feira (8) no Diário da Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup), valem pelos próximos 180 dias.

No caso da situação de emergência, o prefeito Samuel Lacerda (PSDB) alegou prejuízos provocados por fenômenos como a estiagem e a falta d’água, algo que é comum nos últimos meses do ano, na região sertaneja da Paraíba. Como o período chuvoso ainda não chegou de forma intensa, a cidade tem enfrentado problemas para cumprir o abastecimento de água.

Um dos objetivos é buscar parcerias junto aos governos Estadual e Federal, com o intuito de garantir água potável para o consumo humano e animal.

Sobre o estado de calamidade pública, o prefeito afirmou que crise sanitária imposta pela Covid-19, provocou um aumento nos gastos públicos, para manter a alimentação básica das famílias de Conceição. Para isso foram doados, além de cestas básicas, medicamentos e os atendimentos médicos foram intensificados, por causa do período.