Cartunistas do Brasil fazem homenagem a Amy

Exposição tem participação de 44 cartunistas e caricaturistas de todo o Brasil. Willian Medeiros é o único paraibano na mostra que acontece em São Paulo.

Audaci Junior

Figura polêmica e talentosa do cabelo ‘bolo de noiva’, piercing como sinal da Cindy Crawford e lábios a la Angelina Jolie, que foi encontrada morta em sua casa no dia 23 de julho, em Londres, a cantora Amy Winehouse ganha hoje uma exposição paulistana de seus traços mais marcantes, promovido por 44 cartunistas e caricaturistas de todo o Brasil, inclusive da Paraíba.

“Os artistas convidados apresentaram trabalhos que já tinham sido feitos ou que poderiam fazer exclusivamente para a exposição”, explica o ilustrador William Medeiros, único paraibano da mostra que está no Shopping SP Market e vai até o dia 18 de setembro. “O meu já tinha feito para a exposição homenageando as mulheres este ano.”

A idealização de ‘Amy a Mil Traços’ nasceu virtualmente, durante acessos nas redes sociais. “Caminhando pelo Facebook, vários cartunistas começaram a colocar suas homenagens a Amy logo após a sua morte”, lembra por telefone ao JORNAL DA PARAÍBA José Alberto Lovetro, o JAL, presidente da Associação dos Cartunistas do Brasil (ACB). “Então perguntei: ‘Vamos montar uma exposição?’ De repente, pegou força.”

Por ter sido organizada “de forma espontânea”, por intermédio da internet, o organizador batizou o sistema do evento como uma ‘Flash Expo’, alusão ao ‘Flash Mob’, aglomerações instantâneas de pessoas em locais públicos para realizarem determinada ação previamente combinada através de dispositivos tecnológicos.

Segundo JAL, os resultados da mobilização ganharam tanta repercussão que ultrapassaram as fronteiras: Siglo 21, um semanário latino de Boston, Estados Unidos, está interessado em levar a mostra não só para a terra do Tio Sam, mas também para La Coruña, sede do informativo na Espanha. Ele ainda está negociando com outro país do Velho Continente, Portugal.

Veja também  15 filmes de Natal para assistir nas plataformas de streaming

De acordo com William Medeiros, haverá uma premiação de mil reais para a melhor caricatura da cantora britânica, votada através da internet pelos próprios autores. “Cada um indica o melhor, contanto que não seja o seu.”

William também revela que a mostra pode ganhar caráter itinerante, inclusive com uma passagem pela Paraíba. “Tenho interesse em trazer a mostra pra cá, mas ainda estou estudando”, pondera.

No JP On-line confira uma galeria com os trabalhos que integram a exposição ‘Amy a Mil Traços’.

11 DE SETEMBRO

Antes mesmo de começar, JAL tem mais outra ‘Flash Expo’ para organizar: os 10 anos dos ataques às Torres Gêmeas estadunidenses, em 11 de setembro. “Nossa visão tem que ser principalmente pela paz mundial, sem radicalizar contra um ou outro lado”, analisa o presidente da ACB.

O local da exposição intitulada ’10 Anos do 11 de Setembro’ está definido? “Podemos montar na rua mesmo, nos postes ou na própria internet. O que vale é a ode à paz.”

https://youtu.be/Oniwc4FdrOA