Maria Valéria Rezende vence Prêmio São Paulo de Literatura

Autora paulista, radicada na Paraíba, recebeu, como prêmio, R$ 200 mil.

Maria Valéria Rezende, paulista do município de Santos radicada em João Pessoa desde 1986, foi destaque no Prêmio São Paulo de Literatura, na segunda-feira (6), na Biblioteca Parque Villa-Lobos. A autora foi ganhadora na categoria Melhor Livro do Ano com a obra Outros Cantos (Editora Alfaguara). Na ocasião, também foram premiados o baiano Franklin Carvalho venceu a categoria Estreantes +40 Anos com Céus e Terra (Editora Record) e o também paulista da cidade de Campinas Maurício de Almeida levou a Estreantes -40 Anos com A Instrução da Noite (Editora Rocco).

Como ganhadora geral, Maria Valéria Rezende receberá R$ 200 mil, enquanto Franklin Carvalho e Maurício de Almeida levam R$ 100 mil cada. Como prêmio adicional, os três participarão da Feira Internacional do Livro de Guadalajara. Sobre a obra de Maria Valéria Rezende, o júri do Prêmio afirmou que “Outros cantos enfrenta questões contemporâneas (a questão da água, os modismos televisivos, a idealização dos discursos, o consumismo, etc.) praticas simples, cotidianas, quase atemporais, que, no entanto revelam-se profundamente complexas e investidas de uma memória da vida afetiva nos desertos”.

Veja também  5º Festival de Música da Paraíba terá apresentações abertas ao público neste fim de semana

Esta edição do Prêmio contou com finalistas dos seguintes estados: Bahia, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Sergipe e São Paulo. Ao todo, 201 livros participaram da competição: 98 livros na categoria principal, “melhor livro do ano”, 55 para “autor estreante – mais de 40 anos” e 48 para “autor estreante – menos de 40 anos”. A ênfase no romance é uma característica do Prêmio São Paulo de Literatura desde sua criação, em 2008, inspirado no britânico Man Booker Prize.