Oito anos após separação, Cordel do Fogo Encantado retoma carreira

Grupo pernambucano deve lançar novo disco já na próxima sexta-feira (23)

Separada desde fevereiro de 2010, a banda pernambucana Cordel do Fogo vai retomar as atividades. O grupo deve oficializar o retorno na sexta-feira (23) com o lançamento de um disco de inéditas nas plataformas digitais. As informações foram divulgadas pelo jornal ‘Diário de Pernambuco’.

O grupo se separou após a saída do vocalista José Paes de Lira, o Lirinha. Segundo o ‘Diário de Pernambuco’, o retorno vai acontecer com a formação original do grupo, que além de Lirinha, tem o violonista Clayton Barros e os percussionistas Emerson Calado, Rafa Almeida e Nego Henrique.

Há alguns meses começaram a surgir os rumores de que o grupo realmente retornaria. As especulações ganharam força após o festival americano South by Southwest (SXSW), que acontece no Texas, de 9 a 18 de março, anunciar o Cordel como como umas das atrações do evento. A banda acabou sendo retirada poucas horas depois.

Veja também  Vivendo em tela viva: mochileira cria diário de bordo em pinturas e expõe em JP

Procurados pela reportagem do ‘DP’, os integrantes da banda não atenderam as ligações. Um artista gráfico contou ao jornal que participou de conversas sobre a produção da capa do novo disco e que o contrato tinha cláusulas de confidencialidade. O novo disco deve contar com 12 faixas.

Surgida em 1999, o Cordel do Fogo Encantado junta poesia, teatro e uma série de ritmos regionais. O grupo lnaçou três discos Cordel do Fogo Encantado(2001), O palhaço do circo sem futuro (2002) e Transfiguração (2006), além de um DVD produzido pela MTV.