Governo e UFPB firmam parceria para construção do Memorial Mestre Sivuca

Artista paraibano será o grande homenageado deste ano na Paraíba.

Foto: divulgação

Uma parceria firmada entre o Governo da Paraíba e a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) deve viabilizar a construção do Memorial Mestre Sivuca, em homenagem ao artista paraibano, que faria 90 anos este ano. A parceria foi anunciada pelo governador João Azevêdo nesta quinta-feira (27), durante visita ao campus I, em João Pessoa, local onde será instalado o museu. “O Estado se compromete a entrar com parte desses recursos, mas precisamos saber o total para ver se precisamos buscar recursos no Ministério da Cultura”, afirmou o governador.

O espaço, aguardado há 45 anos pela família, deverá abrigar todo o acervo particular do artista paraibano, mantido pela viúva do mestre, Glória Gadelha. “São peças maravilhosas, partituras, troféus, placas, medalhas, títulos, instrumentos, 42 anos de jornais, shows pelo mundo”, enumerou Glória Gadelha, lembrando que existem composições inéditas e momentos do artista que só os parentes conhecem até então.

Além do Memorial, o governo do estado está programando uma série de ações do Ano Cultural Mestre Sivuca, que deve  mobilizar toda a comunidade estudantil da Rede Estadual de Ensino, além de professores e servidores e a comunidade circunvizinha. Também serão realizados shows, concertos e seminários.

“Quando nós podemos reconhecer o trabalho de um artista, reconhecer o trabalho de um homem que divulgou a nossa música, o nosso Estado, a nossa terra para o mundo todo, isso demonstra o respeito de uma geração por quem já passou. E é assim: se nós não preservarmos a nossa história, nós não saberemos contar a nossa história”, disse João Azevêdo.

Veja também  De férias em João Pessoa, Juliette avisa que não abre mão de seu papel social como cidadã

A compositora e viúva de Sivuca, Glória Gadelha, ressaltou que a parceria entre o governo do Estado e a UFPB para a construção do Memorial Mestre Sivuca deixa a família do músico paraibano, de renome internacional, mais perto do sonho alimentado há décadas. “Há 45 anos eu venho formando esse acervo, arquivos que fui juntando. E graças a Deus temos essa luz no túnel, que é a parceria da participação do Estado com a Universidade Federal da Paraíba na concretização desse sonho. E eu pude sentir que o governador está muito entusiasmado. É uma alegria imensa”, afirmou.

O governo do Estado já está em contato com a Prefeitura do município de Itabaiana, terra natal de Sivuca, para a construção de um espaço semelhante.

 

Sivuca

 

Instrumentista, arranjador e compositor, Severino Dias de Oliveira, mais conhecido como Sivuca, morreu em 2012, aos 76 anos, vítima de câncer.

Nascido em 23 de maio de 1930 em Itabaiana, Sivuca começou a se envolver com música ainda na infância. Fez carreira trabalhando em vários rádios do país e também atuou no exterior. Os principais sucessos dele são ‘Feira de Mangaio’, ‘João e Maria (parceria com chico Buarque), e ‘Adeus Maria’.