“A música perdeu um dos seus maiores formadores”, disse Caetano Veloso sobre a morte do maestro Letieres Leite

A notícia me chegou através de Jaques Morelenbaum na tarde desta quarta-feira (27): Letieres Leite está morto. Notícia tão surpreendente quanto chocante. Letieres Leite (Foto/Instagram) está morto! O incrível maestro baiano da Orkestra Rumpilezz se foi aos 61 anos. A família ainda não havia informado a causa da morte, mas especulava-se que, mesmo duplamente vacinado, ele, por ser portador de asma severa, não resistiu à Covid.

Letieres Leite talvez fosse um músico para músicos. Ou para ouvintes mais exigentes, aqueles que se ligam em arranjos e arranjadores. Mas o cara foi de Ivete Sangalo ao conservatório de Viena, onde estudou. De música, sabia tudo. Tanto arranjava poderosos hits de Ivete quanto as canções refinadas do pernambucano Zé Manoel.

Luiz Gonzaga? Tom Jobim? “Toda musica brasileira é afrobrasileira”, diz Letieres numa fala inserida como vinheta no extraordinário CD Do Meu Coração Nu, de Zé Manoel. Uma vinheta chamada Escuta Letieres.

Veja também  Paulinho Camafeu morre aos 73 anos numa UPA. Sem ele, a gente não teria axé music

Um arranjo primoroso é o que ele escreveu para Adupé Obaluaê, que fecha o álbum Do Meu Coração Nu. Ao leitor que estranha a minha insistência em mencionar o pernambucano Zé Manoel, explico: é que ele é eficaz argumento contra os que defendem a tese de que a música brasileira acabou. Não! Ela permanece vivíssima, com suas diferenças, com sua imensa diversidade.

Caetano Veloso, que teve Letieres entre os arranjadores do seu novo álbum, chamou de inaceitável a morte do maestro. E é. Ele se foi muito cedo e assim de modo tão inesperado. Os artistas que trabalharam com ele, os que o conheceram e tinham projetos a realizar – todos estavam perplexos.

Letieres Leite é da escola de Moacir Santos, outro cara extraordinário que fez conexões da música afrobrasileira com o jazz e a música erudita da Europa. Um Letieres Leite não nasce todo dia. O maestro da fabulosa Orkestra Rumpilezz fará muita falta ao Brasil com seus arranjos e seus ensinamentos.