Produção de ovos na Paraíba sobe 8,12% em 2015, aponta IBGE

A  quantidade de dúzias de ovos somou 25,2 milhões. Queda de renda levou população a optar mais pelos ovos na dieta.

A produção de ovos apresentou alta de 8,12% no ano passado na Paraíba, na comparação ao ano anterior,  enquanto o abate de frangos tem leve alta de 1,77%. Já o animal abatido de bovino registrou queda de 3,90%, apontando que o paraibano está optando pelo alimento com preço mais acessível devido à queda da renda em relação  aos  outros dois. Os dados foram divulgados hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e fazem parte dos resultados do abate de animais, produção de leite, couro e ovos.

Em números absolutos, a quantidade de dúzias de ovos produzidas somou 25,286 milhões  no ano passado, contra 23,386 milhões no ano anterior.  Já o número de frangos atingiu 22,651 milhões de unidades abatidas em 2015, enquanto no ano de 2014 os abates ficaram  em 22,255 milhões, um leve aumento de 396 mil unidades.

Já o número de bovinos abatidos na Paraíba, que registrou queda de 3,90%, passou de 58,6 mil bovinos abatidos, contra 56,388 mil, na passagem de 2014 para 2015.  
  
No país, abate de suínos cresceu 5,7%, enquanto o de frango 5,4% em 2015 na comparação com 2014, estabelecendo novos recordes.  Já o bovino no país caiu mais forte que a Paraíba (9,6%).

Frangos

O crescimento de 5,4% no abate de frangos, também um novo recorde, reflete o resultado acumulado no ano passado (abate de 5,79 bilhões de cabeças de frango), o que levou o segmento a alcançar um novo patamar recorde.

Bois

O abate de bovinos caiu 9,6% entre 2014 e 2015, com 30,64 milhões de cabeças contra 33,91 milhões em 2014. A queda teve reflexos também na produção de carcaças. Segundo o IBGE, a produção de 7,49 milhões de toneladas de carcaças bovinas em 2015 foi 7,1% menor que a do ano anterior (8,06 milhões de toneladas).

Leite

A compra de leite também recuou entre 2014 e 2015 atingindo 24,05 bilhões de litros no ano passado, queda de 2,8% em relação a 2014. Minas Gerais foi responsável por 26,8% da aquisição de leite. Em segundo lugar, o Rio Grande do Sul (14,5%). Em relação a 2014, a queda da aquisição de leite ocorreu em 21 das 27 unidades da federação.

Ovos de galinha

A produção de ovos de galinha atingiu 2,92 bilhões de dúzias em 2015, um crescimento de 3,5% comparado a 2014. A produção de ovos de galinha foi maior em todos os meses de 2015 se comparada a 2014.

Veja também  Auxílio Brasil: parcela de junho é paga para beneficiários com NIS final 7