Paraíba lidera produção nacional de mangaba em 2020 com maior série histórica

Dados mostram que foram coletadas 759 toneladas de mangaba no estado, sendo a maior quantidade registrada até então na série histórica brasileira.

Mangaba (Foto: Francisco França)

A Paraíba liderou a produção nacional de mangaba a partir do extrativismo vegetal, no ano de 2020, segundo a Produção da Extração Vegetal e da Silvicultura (PEVS), divulgada nesta quarta-feira (6), pelo IBGE. Os dados mostram que foram coletadas 759 toneladas de mangaba no estado, sendo a maior quantidade registrada até então na série histórica brasileira.

Conforme a pesquisa, os municípios de Baía da Traição (310 toneladas); Marcação (210 t); Rio Tinto (175 t); e Conde (60 t) lideram a produção de mangaba na Paraíba, e os três primeiros deles também foram os que mais produziram em todo o país. O valor adquirido a partir da venda do vegetal no estado chegou a R$ 1,29 milhões.

Veja também  João Pessoa é a terceira capital com maior alta no preço da cesta básica

Além da mangaba, outros produtos do extrativismo vegetal, como a castanha de caju e o umbu, produzidos na Paraíba, também se destacam no cenário nacional. O município de Jacaraú foi o quinto maior produtor brasileiro no extrativismo da castanha de caju.

Apesar dos resultados positivos, o valor total da produção foi o 8º menor entre as unidades da federação brasileiras, e o 3º menos entre as no Nordeste, ainda de acordo com os dados extraídos pelo IBGE.