Como fazer a prova de vida do INSS?

Prova de vida do INSS deve ser feita por aposentados, pensionistas ou qualquer outra pessoa que receba algum benefício do governo. Você sabe como fazer a prova de vida do INSS? O Jornal da Paraíba explica.

Regras para prova de vida do INSS são divulgadas. Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

A prova de vida do INSS é a comprovação de que o beneficiário ainda está vivo e, portanto, pode continuar recebendo o benefício previdenciário. O procedimento é importante para evitar fraudes e pagamentos para quem não deveria mais receber. Por isso, deve ser feito periodicamente. Você sabe como fazer a prova de vida do INSS? O Jornal da Paraíba explica.

Quem deve fazer a prova de vida?

A prova de vida do INSS deve ser feita por aposentados, pensionistas ou qualquer outra pessoa que receba algum benefício do governo.

Desde 2023, cabe ao INSS fazer a comprovação de vida dos beneficiários através do cruzamento de informações. Ou seja, o INSS comprova se a pessoa está viva através de informações de outros órgãos (veja abaixo o que é considerado pelo INSS).

Como fazer a prova de vida?

Para saber como fazer a prova de vida, é preciso entender que existem duas possibilidades: online, pela internet, ou presencial, em alguma agência do INSS.

Prova de vida presencial

Deve ser realizada em alguma agência do INSS, por meio de agendamento do atendimento.

Prova de vida online

Pela internet, a prova de vida pode ser feita por meio do aplicativo ou site Meu INSS.

Também é possível fazer pelo aplicativo gov.br.

Como fazer a prova de vida online

A prova de vida digital é realizada no aplicativo através do reconhecimento facial. Ao realizar o reconhecimento facial, o aplicativo comprova que você está vivo e envia essa informação para o órgão que paga seus benefícios. Para isso, siga as orientações abaixo:

  • Baixe e acesse o aplicativo gov.br;
  • Caso ainda não possua sua conta gov.br, crie uma;
  • Após logar no aplicativo, na tela inicial, em “Serviços”, clique em “Prova de vida”;
  • Na tela “Histórico de Prova de vida”, selecione a “Prova de vida pendente”;
  • Na tela “Autorização”, clique em “Autorizar”;
  • Siga as instruções para fazer o reconhecimento facial;
  • Após finalizar o reconhecimento facial com sucesso, clique em “OK”;
  • Na tela de Autorização, o status da sua Prova de Vida mudará para “Autorizado”;
  • Faça o acompanhamento da Prova de Vida pelo site do seu órgão pagador.

Formas de comprovação da prova de vida

O INSS aceita diferentes registros como fazer a prova de vida. São eles:

  • acesso ao aplicativo Meu INSS com o selo ouro ou outros aplicativos e sistemas dos órgãos e entidades públicas que possuam certificação e controle de acesso, no Brasil ou no exterior;
    contratação de empréstimo consignado, efetuado por reconhecimento biométrico;
  • atendimento presencial nas agências do INSS ou por reconhecimento biométrico nas entidades ou instituições parceiras;
  • realização de perícia médica, por telemedicina ou presencial;
  • atendimento no sistema público de saúde ou na rede conveniada;
  • vacinação;
  • cadastro ou recadastramento nos órgãos de trânsito ou segurança pública;
  • atualizações no CadÚnico – quando for efetuada pelo responsável pelo grupo;
  • votação nas eleições;
  • emissão/renovação de passaporte, carteira de motorista; carteira de trabalho; carteira de identidade e alistamento militar;
  • declaração de Imposto de Renda, como titular ou dependente.

Qual o prazo para fazer a prova de vida?

Depois de saber como fazer a prova de vida do INSS, é importante saber que a autarquia tem 10 meses para comprovar a vida da pessoa a partir da data de aniversário do titular do benefício. Se não for possível comprovar através do cruzamento de informações, o segurado terá mais 60 dias para comprovar que está vivo.