Camila Esposte
Láuriston Pinheiro

Estudo do Cenp mostra que cada 1 real investido em publicidade gerou R$ 8,54 para o PIB

Ruy Dantas, presidente ABAP/PB, destaca o papel do setor como motor de desenvolvimento.

Segundo o estudo “O valor da publicidade no Brasil”, do Conselho Executivo das Normas-Padrão (Cenp), durante o ano de 2020, o mercado publicitário movimentou R$ 49 bilhões, com um impacto de R$ 418,8 bilhões para o Produto Interno Bruto (PIB) do País. Cada R$ 1 investido em publicidade gerou para a economia brasileira cerca de R$ 8,54, durante o ano de pandemia.

O relatório foi produzido pela consultoria Deloitte e levou em consideração dados da Kantar Ibope Media, do Cenp-Meios e também entrevistas com 41 executivos de agências de publicidade, veículos de comunicação, anunciantes, consultorias de marketing, institutos de pesquisa e entidades do setor. “O multiplicador de oito para um é um índice que mostra que a publicidade é um motor extraordinário. Dificilmente você encontra um grau de resultado parecido”, avalia Ruy Dantas, diretor nacional da Abap (Associação Brasileira de Agências de Publicidade e Propaganda) e presidente da Abap/PB. Além do impacto econômico, o estudo mostra que a publicidade gera mais de 196.000 empregos e sustenta parte de atividades econômicas que empregam cerca de 240.000 pessoas. Quando somados os segmentos diretos e indiretos chega-se ao número de mais de 435.000 postos relacionados à atividade.

Veja também  Finalista em 16 categorias, Globo leva sete prêmios no New York Festival.

Comércio investe mais

Além da relação de impacto econômico, a pesquisa da Cenp e Deloitte ainda trouxe análises sobre o caminho do dinheiro na publicidade. O relatório mostra que, em 2020, os maiores investimentos foram realizados pelos segmentos de comércio (18,9%), serviços ao consumidor (16,3%), acompanhados dos setores financeiro e securitário (10,4%). Para Ruy Dantas a publicidade é um segmento essencial para o País, pois beneficia de diversas maneiras os agentes de negócios, a atividade econômica, as pessoas e os bens sociais e culturais. Ele destaca quatro aspectos que resumem bem o papel do setor na economia brasileira:
1. A publicidade informa seus consumidores sobre a qualidade dos seus produtos ou serviços, apresentando e reforçando o valor da sua marca.

2. Cria uma conexão emocional e, muitas vezes, social entre consumidor e marca, aumentando a lealdade de clientes aos produtos anunciados.

3. Estimula a inovação como vantagem comparativa na busca por participação no mercado.

4. Comunica, criativamente, as opções oferecidas no mercado, levando empresas a competirem por sua preferência.