Polícia Federal divulga formulário para que clientes denunciem a Braiscompany

Casal de sócios continua foragido e pode entrar para lista de procurados da Interpol.

Antônio Neto, conhecido como Antônio Neto Ais, e Fabricia Campos, fundadores da Braiscompany. Foto: Divulgação/Braiscompany
A Polícia Federal divulgou neste sábado (25) um formulário para que investidores da Braiscompany que se sentiram lesados e queiram denunciar a empresa possam colaborar com as investigações. Os sócios da empresa, Antônio Neto Ais e Fabrícia Ais, tiveram os seus pedidos de prisões temporárias convertidas em preventivas.
O formulário está disponível nas redes sociais da Polícia Federal, que garantiu as informações enviadas serão resguardadas de sigilo. Os investidores devem cadastrar dados pessoais, informar quanto investiu na empresa e quem foi o funcionário que intermediou e acompanhava os investimentos.
Após a prisão preventiva ser decretada, os nomes dos sócios da Braiscompany podem ser inclusos no site da Interpol, a polícia criminal internacional que age em todo mundo.

Operação Halving investiga Braiscompany

No último dia 16 de fevereiro, a Polícia Federal realizou a Operação Halving com objetivo de combater crimes contra o sistema financeiro e o mercado de capitais, na sede e endereços ligados à Braiscompany. As ações da PF aconteceram em sedes da empresa em Campina Grande, João Pessoa e São Paulo.
Após atrasos de pagamentos, a Braiscompany passou a ser suspeita de aplicar golpes milionários com criptomoedas, que atraia investidores com promessa de retornos de 8% ao mês. A PF informou que aproximadamente R$ 1,5 bilhão em criptoativos foram movimentados nos últimos 4 anos, em contas vinculadas aos suspeitos.
Os crimes investigados somam uma pena de 12 anos de prisão mais multa.

Formulário da PF sobre caso Braiscompany

Campina Grande/PB – A Polícia Federal na Paraíba informa que criou um formulário para que investidores da Braiscompany que se sentiram lesados e queiram colaborar com as investigações possam passar informações.
O link para acesso ao formulário está disponível no perfil oficial da Polícia Federal na Paraíba no Instagram: @pfparaiba e o QR Code segue abaixo.
João Pessoa, 25 de fevereiro de 2023