Público e cantora Danieze Santiago reclamam de organização de vaquejada na PB

Público relatou dificuldades no acesso ao local; cantora paraibana não se apresentou e disse ter se sentido humilhada.

Danieze Santiago (Foto: Divulgação)

Quilômetros de caminhadas, difícil acesso e show de Danieze Santiago cancelado em cima da hora. Essas são as reclamações do público que foi até uma vaquejada em São Miguel de Taipu, na Zona da Mata paraibana, no último sábado (20). 

 

Nas redes sociais, os comentários da página do evento se encheram de reclamações sobre a organização da vaquejada. O público relatou dificuldade em chegar até o local do evento, com trânsito e caminhadas de quilômetros.


 

A cantora Danieze Santiago, uma das atrações do evento, também se pronunciou sobre o ocorrido. Segundo a cantora, ela e sua equipe passaram mais de três horas no trânsito até o local do show e andaram quatro quilômetros a pé (com instrumentos e todo material necessário para o show). Apesar disso, Danieze não pôde se apresentar no evento.

 

“Minha banda subiu no palco, organizou tudo, alinhou todos os instrumentos e aparelhagem. Eu subi no palco e me disseram que eu não iria mais tocar”, relatou Danieze.

Danieze ainda relatou que se sentiu humilhada e discriminada, já que era a única mulher do evento e também foi a única a não se apresentar. A cantora informou que o dinheiro do cachê recebido será revertido em doações de cestas básicas. 

Ao Jornal da Paraíba ela relatou que desde o início da sua carreira, aos 11 anos, ‘nunca tinha passado por uma humilhação tão grande’ e falou que espera que nenhum artista passe por uma situação semelhante.

Veja também  Farofa da Gkay: segundo dia tem reconciliação de Xand e Solange, Flay dormindo em gaiola e mais

“Eu era a única mulher do evento inteiro. Por um lado me senti feliz, por outro me senti estranha. E também fui a única que não pude tocar. Foi muito constrangedor, minha equipe já estava no palco. Eu decidi subir no palco e me esclarecer com o público e cortaram meu microfone várias vezes. Não tiveram respeito nenhum com o público”, disse.

Em nota, a a produção do evento, Planeta Promo, afirma que diante das inconstâncias ocorridas com horários da programação do evento, foi proposto que o pernambucano João Gomes iniciasse o show antes da cantora. A partir dessa sugestão, a produtora afirma que Danieze se recusou a tocar no horário sugerido, elegando que não teria público o suficiente.

“Estamos sempre à disposição para quaisquer esclarecimentos, ao tempo, que agradecemos a todos que indistintamente cooperaram para a realização do evento”, disse a nota.