Conde: como o destino mais acolhedor da Paraíba se tornou a capital dos eventos

Calendário de festas tem impacto positivo na economia, no turismo e na cultura do município

Depois de mais de dois anos sem a realização de eventos de grande público, por conta da pandemia de Covid-19, o município de Conde, localizado no litoral sul paraibano, voltou a promover grandes festas. A iniciativa busca o fortalecimento do comércio local e do turismo, que são as maiores rendas da cidade, além da agricultura. Prova disso é que os resultados já são vistos em menos de um ano após a retomada.

O primeiro grande impacto da promoção de eventos na cidade foi sentido durante o São João. A prefeitura realizou nove dias de festas juninas com uma dinâmica diferente ao descentralizar as comemorações e realizá-las em diversas localidades do município com shows de artistas locais, regionais e nacionais. Nos palcos do São João de Conde, subiram artistas como Eliane, Vitor Santos, Naiara Azevedo, Gil Mendes e Zé Vaqueiro.

Ao final dos eventos, durante o balanço, colheu-se os frutos positivos para vários segmentos da cidade. Durante os dias de programação, Conde recebeu cerca de 100 mil pessoas, além de uma média de mais de R$ 1,5 milhão movimentados na economia.

Outro impacto foi relacionado ao turismo. Tempos atrás, o mês de junho era marcado por um desaquecimento devido ao período de baixa temporada. A partir deste ano, com as festas, a ocupação total de leitos chegou a 80% nos hotéis e nas pousadas do município.

A partir dessas informações, a prefeitura, por meio das secretarias de Turismo e Comunicação, iniciou um trabalho intersetorial para a criação de um calendário de eventos fixos dentro da cidade. Nesse calendário, todos os segmentos podem se programar para atender as demandas durante as festas realizadas dentro da cidade.

“Depois do resultado positivo que tivemos com o São João e a retomada dos grandes eventos, vimos a necessidade da criação de um calendário de eventos que pudéssemos trabalhar a cidade não apenas como destino turístico, mas ir além das nossas belezas naturais. Através desse planejamento, é possível contemplar o comércio e o turismo de forma a se organizarem para a procura dos pacotes dos hotéis e pousadas e para o comércio local se preparar para essa demanda maior de pessoas na região”, destacou a prefeita Karla Pimentel.

Conde Pela Paz aconteceu com programação para públicos católico e evangélico (Foto: Secom Conde)
Conde Pela Paz aconteceu com programação para públicos católico e evangélico (Foto: Secom Conde)

Logo após o São João, a Prefeitura de Conde promoveu mais dois grandes eventos que trouxeram retornos positivos para o município. Em agosto, foi realizada a primeira edição do Conde Pela Paz. Foram dois dias de celebrações religiosas, sendo um direcionado para o público católico e outro para os evangélicos. Marcaram presença atrações conhecidas, como o Padre Nilson Nunes e a cantora Stella Laura.

No mês de setembro, a prefeitura recuperou uma antiga tradição e realizou o Festival do Inhame, tubérculo que é produzido em todo o município e que tornou o Conde conhecido como um dos maiores produtores do estado. Junto com o evento, também aconteceu a primeira edição do Brega Conde, trazendo grandes nomes da música brega e da atual sofrência, como Joyce Thayná, Banda Sentimentos, Altemar Dutra Filho, Fernando Mendes e Varal de Cabaré. Na ocasião, a rede hoteleira também teve um aumento na sua procura, ocupando mais de 50% dos leitos durante os dois dias de festas (23 e 24 de setembro).

Para a secretária de Turismo Marília Melo, a criação do calendário de eventos dentro da cidade trouxe um respiro para o trade turístico depois de um período de dificuldades por conta da pandemia. “A promoção dos grandes eventos dentro de Conde e a busca de trabalhar em parceria com o trade, os empresários locais e os pequenos empreendedores trouxe um grande alívio depois de um período difícil. Com a vacinação em andamento, a liberação das atividades e o trabalho das equipes da Setur junto a outras secretarias que compõem a Prefeitura de Conde, conseguimos traçar esse calendário, criar eventos voltados para todos os públicos, movimentar a economia local e fortalecer ainda mais o turismo. A cada dia, nosso município deixa de ser apenas um local para visitas e se torna um destino fixo, onde as pessoas se hospedam, descansam, passeiam e conhecem mais das nossas belezas naturais, da cultura e gastronomia”, ressaltou Marília.

Festival do Inhame e Brega Conde aconteceram em setembro deste ano (Foto: Secom Conde)
Festival do Inhame e Brega Conde aconteceram em setembro deste ano (Foto: Secom Conde)

Outro segmento que também comemorou a volta dos eventos foi o de vestuário. De acordo com a comerciante Lúcia Barbosa, que tem uma loja de roupas, a procura por vestuário nos períodos festivos aumentou consideravelmente. “Com as festas que foram realizadas aqui na cidade, a procura por roupas cresceu bastante. Todo mundo quer se produzir e eu já estou me preparando para os próximos eventos, pois meus clientes já estão querendo fazer reservas e pedidos de roupas”, comemorou.

O secretário de Comunicação William Tejo afirma que a produção de grandes eventos também é uma porta de entrada para a divulgação do município. “O Conde já tem seu destaque pelas belezas naturais, gastronomia, cultura e agora queremos trabalhar mais os grandes eventos. Com a criação do calendário pela Prefeitura, temos a possibilidade de organizar as festas e oferecer aos moradores, visitantes e comerciantes um momento de alegria, diversão e também uma forma de aumentar sua renda ou garantir uma renda extra”, disse o secretário.

“Nós promovemos os eventos, apresentamos o Conde e o retorno é visível com o aumento na procura das pousadas e hotéis e dos segmentos de alimentação. No São João, por exemplo, os empreendedores chegaram a usar todo o seu estoque por conta do grande público e, agora, começam a se preparar para as duas grandes festas que o Conde vai promover”, acrescentou ele.

Encerrando o calendário de eventos do ano, a Prefeitura de Conde promove no dia 30 de dezembro a abertura do projeto Verão 2023 e o Réveillon, que vai receber também artistas conhecidos do público. No dia 30 de dezembro, os shows são com o Dj Patrick, Felipe Alcântara, Douglas Pegador e Mano Walter.

Para o encerramento do ano e a chegada de 2023, estão previstos os shows de DJ Misandri, El Sombrero, Myra Maya, Alberto Bakana e Geraldo Azevedo, artista que vai fazer a contagem regressiva para saudar o novo ano que se inicia.

Para os dias 30 e 31 de dezembro e os quatro sábados de janeiro com o Projeto Verão 2023, a Prefeitura preparou uma estrutura para atender a população, turistas e comerciantes com espaços para ambulantes, equipes da Guarda Municipal atuando em conjunto com as polícias Civil e Militar e Corpo de Bombeiros, espaço para atendimento médico, ambulâncias e banheiros químicos.

A programação completa do Verão 2023 está em fase de finalização, mas já conta com nomes conhecidos do público. Já estão confirmados os cantores Dorgival Dantas, Danieze Santiago, Brisa Star, Joyce Tayná e Taty Girl.