Seleção feminina do Brasil encara a Argentina no segundo amistoso na Paraíba

Encontro de forças sul-americanas agora vai ser no Almeidão, em João Pessoa, às 16h. Seleção encerra a passagem no estado num duelo que vai contar com 700 convidados

(Foto: Talita Gouvêa/CBF)

Brasil e Argentina voltam a se enfrentar na Paraíba nesta segunda-feira. Após a vitória brasileira por 3 a 1 na última sexta-feira, em Campina Grande, o duelo agora é em João Pessoa, mais precisamente no Estádio Almeidão, às 16h. O jogo vai contar com a presença de 700 convidados e vai encerrar a passagem da Seleção feminina pelo estado numa experiência bem marcante, mas que poderia ser ainda melhor caso não houvesse pandemia e a torcida estivesse liberada.

Nessa nova fase da técnica Pia Sundhage à frente da Seleção, o time começa uma pequena reformulação. na última sexta-feira, por exemplo, quatro jogadoras estrearam na equipe: as laterais Bruninha e Katrine e as meias Thaís e Ary Borges. O duelo também foi marcante para outras duas atletas: Nycole e Angelina, que marcaram gol pela primeira vez no time adulto depois de passagens pela equipe sub-20. O outro gol brasileiro foi marcado por Debinha.

O foco das brasileiras é na Copa América de 2022, que ainda não tem sede definida. Contudo, a competição sul-americana dá vaga na Copa do Mundo de 2023, que vai ser disputada na Austrália e na Nova Zelândia.

Desta vez é o Almeidão que vai receber o amistoso entre Brasil e Argentina (Foto: Dionisio Outeda/98 FM/ge)

Desde que chegou à Paraíba com a sua delegação, Pia tem dito reiteradamente que pretende mesclar jovens jogadoras com outras mais experientes e com história vestindo a amarelinha, casos de Tamires, Debinha, Ludmila e, claro, a capitã Marta, para citar apenas alguns exemplos.

Veja também  Assista agora: reveja a final do Paraibano 2021 entre Sousa e Campinense

Desde a partida da última sexta-feira, a treinadora sueca comandou dois treinos e, durante essas atividades, sinalizou que pretende aproveitar este segundo jogo contra as argentinas para fazer ainda mais testes na seleção brasileira.

Ao contrário do que acontece com Pia no Brasil, a Argentina vive um momento de início de trabalho do técnico Germán Portanova. Ele comandou a equipe albiceleste em apenas uma partida, justamente a derrota para a seleção brasileira, na última sexta-feira.

Tanto para o primeiro amistoso, na última sexta-feira, quanto para o desta segunda-feira, a técnico Pia Sundhage não deu indícios de que time deve mandar a campo para enfrentar a Argentina. Os treinamentos da Seleção em solo paraibano foram todos fechados à imprensa. Mas a treinadora já adiantou que deve promover mudanças para esta segunda partida. No primeiro amistoso contra a Argentina, o Brasil foi a campo com Letícia, Bruninha, Antônia, Érika e Tamires; Duda, Angelina, Kerolin e Debinha; Marta e Ludmila. E, ao longo da partida, entraram Katrine, Thaís, Vic Albuquerque, Ary Borges, Nycole e Geyse.

Do lado argentino, o técnico Germán Portanova está indo para o seu segundo jogo à frente da equipe e ainda trabalha para conhecer bem o elenco e entender como pode usar as peças que tem à disposição nesse tabuleiro. Caso repita a escalação, a Argentina entrará em campo com a seguinte formação: Vanina Correa, Julieta Cruz, Agustina Barroso, Eliana Stábile e Aldana Cometti; Romina Núñez, Yamila Rodriguez, Florencia Bonsegundo e Vanina Preininger; Clarisa Huber e Maria Larroquete.