Gerson Gusmão quer Botafogo-PB vencendo como visitante e pede três pontos contra o Paysandu

Técnico botafoguense concedeu entrevista ao CBN Esporte Clube, no início da tarde desta segunda-feira, e comentou sobre preparação do Belo para jogo contra o Papão.

Foto: Guilherme Drovas / Botafogo-PB

O Botafogo-PB está pronto para mais uma decisão, agora pela rodada #2 do quadrangular final da Série C do Brasileiro, na noite desta segunda-feira. Três pontos contra o Paysandu pode ser tão fundamental, que, caso ela aconteça, o Belo sobe para a segunda colocação, salta para o G-2 do Grupo C e recupera a confiança abalada na estreia da fase, contra o Ituano. Mas, para que isso aconteça, a equipe comandada pelo técnico Gerson Gusmão vai precisar voltar a vencer fora de casa. A partida acontece no Curuzu, em Belém, às 20h.

Coincidência ou não, o Paysandu foi o único time que o Belo conseguiu somar três pontos como visitante na primeira fase. Foi contra eles também, inclusive, que o Alvinegro da Estrela Vermelha conseguiu somar pontos dentro e distante dos seus domínios. Eis aí um fator motivacional para que os jogadores entrem em campo com a confiança em alta.

Em entrevista ao CBN Esporte Clube, programa da Rádio CBN Paraíba apresentado por Bruno Filho e Kako Marques, na tarde desta segunda-feira, Gerson Gusmão reconheceu que o Botafogo-PB precisa recuperar os pontos perdidos na estreia da fase, no sábado retrasado, contra o Ituano. Em busca de uma vitória para elevar o brio dos seus atletas e também buscar o alto da classificação na chave, o técnico confessa que tem conversado com os jogadores e que já mostrou a situação atual da tabela.

Veja também  Tacima recebe etapa do SOSertão, o maior rali de voo livre do mundo

“A gente sabe que é importante buscar um resultado que deixamos escapar dentro de casa. Não vai ser fácil. O Paysandu, com uma vitória, assume a liderança. Sabemos da dificuldade que vamos enfrentar. Estamos conversando com os atletas e mostramos que um resultado positivo vai nos deixar na zona de classificação faltando quatro jogos para encerrar a competição. Chego num momento em que, as equipes que quiserem chegar (no acesso), vão ter buscar pontos fora de casa”, afirmou.

A classificação do Grupo C, inclusive, se mostra bastante favorável para que o Botafogo-PB ponha suas cartas à mesa no quadrangular final da Terceirona. Isso porque, em caso de um êxito frente ao Papão, o Belo iguala o Ituano com mesmos três pontos, supera os paulistas no critério do saldo de gols e repete o feito do primeiro turno, quando venceu os paraenses por 2 a 0 e figurou, pela primeira vez, no G-4 do Grupo A — ao término da rodada #2, o Alvinegro assumiu a liderança da chave.

Foto: John Wesley/Paysandu

Para logo mais, o Botafogo-PB vai contar com o “reforço” de Sávio, que, lesionado, deixou a partida contra o Ituano, ainda aos sete minutos do primeiro tempo, com uma luxação no ombro. Recuperado, ele não é problema para o duelo contra o Paysandu e deve começar o jogo no Curuzu sem nenhuma restrição.