Com menos viagens, Danylo Maia avalia positivamente moldes do Paraibano para o Campinense

Além do estadual, Raposa terá Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Série C no calendário para a temporada 2022.

(Foto: Samy Oliveira / Campinense)

A segunda-feira foi de muitas definições para o Campinense, que conheceu em um espaço de poucas horas os seus adversários na Copa do Nordeste e no Campeonato Paraibano de 2022. No certame estadual, onde é o atual campeão, a Raposa ficou alocado no Grupo B do Paraibano, ao lado do arquirrival Treze, CSP, Sport-PB e Nacional de Patos. Com isso, a delegação raposeira precisará se deslocar ao Sertão apenas uma vez nesta primeira fase, e será na última rodada, quando medirá forças com o Canário do Sertão no José Cavalcanti, em Patos. Para o presidente do clube, Danylo Maia, dadas as competições que o Campinense terá no calendário para a próxima temporada, a decisão foi vista com olhares extremamente positivos por todos do clube.

— Em comum acordo, a formatação do Campeonato Paraibano muda para 2022, avaliando a redução da carga de viagem. Avaliando do ponto de vista da Raposa, viajaremos pouquíssimo. Iremos apenas uma vez ao Sertão do estado para encarar o Nacional de Patos, sendo as demais partidas em Campina Grande e João Pessoa. Para nós que teremos um calendário cheio com quatro competições isso foi muito importante — avaliou.

Arbitral; Arbitral Campeonato Paraibano
Arbitral realizado nessa segunda-feira definiu os moldes da disputa da próxima edição do Paraibano (Foto: Samy Oliveira / Campinense)

Como não poderia ser diferente, as expectativas estão em torno do Clássico dos Maiorais entre Campinense e Treze, maior rivalidade do estado e que sempre é carro chefe nas disputas do estadual. Por se tratarem de partidas de ida e volta na primeira fase, Galo e Raposa se enfrentarão por duas oportunidades na fase classificatória. Ao torcedor, Danylo afirmou que já se reuniu com o presidente trezeano, Olavo Rodrigues, para viabilizar tanto a presença das duas torcidas nos jogos, assim como garantir a distribuição tradicional dos torcedores rubro-negros e alvinegros nas Arquibancadas Sol e Sombra do Amigão, algo que já se tornou marca registrada dos Maiorais.

Veja também  Prestes a estrear na temporada, Campinense segue no mercado e deve anunciar em breve chegada de zagueiro

— Como o clássico contra o Treze será em ida e volta, não precisou ser realizado nenhum tipo de acordo. Cada um irá tocar o seu mando de campo da forma como achar melhor, praticando os valores de ingresso que achar conveniente. Conversei com o Olavo (Rodrigues), e o Clássico dos Maiorais será realizado com as duas torcidas. Precisamos fortalecer ainda mais a nossa rivalidade e isso só poderá acontecer com a presença do torcedor. Entendendo o cuidado que a Polícia Militar, o Ministério Público e os órgãos de segurança, mas falando como torcedores, opinamos para que a divisão seja como sempre foi: com os torcedores divididos na Arquibancada Sombra e na Sol — pontuou.

De acordo com a tabela básica do Campeonato Paraibano, divulgada pela FPF-PB, o Campinense estreia na competição em busca do bicampeonato no dia 3 de fevereiro, quando, no Amigão, receberá o Nacional de Patos. A Raposa, no entanto, estreia na temporada alguns dias antes, quando entrará em campo pela Copa do Nordeste, com adversários e datas ainda a serem definidos pela CBF.