Reinaldo projeta Nacional de Patos forte no Campeonato Paraibano e confirma fim do vínculo com a Perilima

Técnico do Alviverde comandou a Águia até a última semana, na disputa da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Reinaldo, técnico do Nacional de Patos | Foto: Glêucio Lima / Nacional de Patos

Os preparativos do Nacional de Patos para o Campeonato Paraibano 2022 estão a todo vapor. Vale lembrar que esta é a única competição no calendário do Alviverde este ano. O técnico Reinaldo já encontra-se em Patos, após comandar a Perilima na Copa São Paulo de Futebol Júnior, e falou sobre o fim do vínculo com a Águia de Campina Grande, além de projetar um Naça forte na competição estadual.

O Nacional de Patos iniciou sua preparação há cerca de 10 dias, contando, até o momento, com cerca de 20 atletas em seu elenco. O grupo sabe das dificuldades que encontrará pela frente no Estadual, que é sempre bastante disputado e que nas últimas edições o Alviverde não fez boas campanhas. Na estreia o Naça enfrenta uma pedreira, o Campinense, que já estará com a temporada a todo vapor, pela Copa do Nordeste. O técnico Reinaldo falou sobre o confronto, mas garantiu que seu time estará pronto para o pontapé inicial no Paraibano.

“O Campinense já vem com ritmo, já vem com uma sequência, na próxima semana enfrenta Náutico e Bahia pela Copa do Nordeste, então eles já terão ritmo de jogo. Mas, sem dúvida nenhuma, contra qualquer equipe o Nacional vai ter um grupo que vai buscar sempre a vitória. Vamos respeitar todos os adversários, mas não vamos temer nenhum. Temos duas semanas de preparação, tenho certeza que eu vou conseguir deixar minha equipe pronta para essa estreia”, disse Reinaldo.

Foto: Glêucio Lima / Nacional de Patos

Ainda falando sobre o adversário da estreia, Reinaldo exaltou o Rubro-Negro de Campina Grande, que fez uma temporada invejável em 2021, conquistando o Campeonato Paraibano e o acesso para a Série C e sendo vice-campeão brasileiro da Série D. O comandante do Alviverde afirmou estar ciente do potencial do adversário, mas aproveitou para frisar que em 2022 o profissionalismo será um diferencial para o Naça.

Veja também  Botafogo-PB denuncia torcedor do próprio clube por suposta injúria racial na final do Paraibano 2022, contra o Campinense

“Todos estamos estudando o Campinense, essa é a realidade. O Campinense hoje é uma referência no futebol Brasileiro. Uma equipe que foi vice-campeã da Série D, que manteve a base, que tem um excelente treinador. Mas aqui no Nacional, com essa comissão, essa diretoria, está se criando um clube muito profissional. Profissionalismo será o fator fundamental para conseguirmos colocar o Nacional nas capas dos jornais”, afirmou.

Um fato curioso do início da temporada do Canário é que os atletas começaram a treinar sem a presença do técnico, que estava no interior de São Paulo, com o time da Perilima, na Copa SP de Futebol Júnior. Muito se falou que a chegada de Reinaldo ao clube seria uma parceria com a Águia, o que foi negado pela diretoria do Naça, e reforçado pelo treinador, que falou estar 100% com a equipe patoense.

“Quero deixar bem claro que hoje eu não tenho vínculo nenhum com a Perilima. Hoje eu sou 100% torcedor do Nacional, treinador do Nacional, cidadão de Patos. Estou muito focado, muito animado de estar aqui”, finalizou.

O Nacional de Patos segue com os treinos preparatórios e no próximo sábado faz seu segundo teste, quando enfrenta o Atlético de Cajazeiras, no Estádio Perpetão. A estreia no Estadual está marcada para o dia 3 de fevereiro, contra o Campinense, no Estádio Amigão, em Campina Grande.