Nacional de Patos perde técnico e executivo de futebol a uma semana do início do Campeonato Paraibano

Informação foi confirmada pelo agora ex-diretor, Fernando Gaúcho, que garantiu que ele e o ex-treinador, Reinaldo, vão dar uma entrevista coletiva nesta sexta-feira explicando as motivações das demissões.

Reinaldo, técnico do Nacional de Patos | Foto: Glêucio Lima / Nacional de Patos

O Nacional de Patos não tem mais técnico nem diretor de futebol. A uma semana do início do Campeonato Paraibano deste ano, o treinador Reinaldo e o diretor executivo de futebol, Fernando Gaúcho, estão de malas prontas e não seguem no Canário do Sertão. Informações extraoficiais dão conta de que houve um desentendimento entre os dois e a diretoria do clube, mas até o momento a reportagem do ge não confirmou qual foi a real motivação das duas baixas.

A informação da saída dos dois profissionais foi confirmada por Fernando Gaúcho. Ele não quis dar detalhes do que motivou as saídas dele e de Reinaldo, mas garantiu que nesta sexta-feira ambos darão uma entrevista coletiva para explicar o que aconteceu.

Nas redes sociais, algumas versões sobre o caso surgiram, nenhuma confirmada oficialmente, pelo menos por enquanto. Em um áudio divulgado em grupos de WhatsApp, um suposto empresário revela que a diretoria nacionalina não pagou o que foi acertado para os atletas. Ele ainda descreve que um jogador que teria acordo com o Nacional de Patos ficou cinco dias no Rio de Janeiro esperando receber passagem e um valor prometido pelos dirigentes para poder viajar à Paraíba e se apresentar ao clube.

Ainda de acordo com informações de bastidores — ainda não confirmadas oficialmente pelo clube — dão conta de que toda a comissão técnica — e não apenas Fernando Gaúcho e Reinaldo — se desentendeu com a diretoria e foi embora. Além disso, suspensão das atividades dos jogadores e até presença de policiais ao local de treinamento do time estão entre o que se comenta extraoficialmente.

Veja também  Sousa tem boa atuação, mas fica no empate com o Icasa, fora de casa, pela Série D

O Nacional de Patos se pronunciou através da sua assessoria de imprensa. O profissional que faz a conexão entre clube e jornalistas informou apenas estar aguardando “as devidas autorizações” e disse nãoter ainda “um pronunciamento claro, objetivo, oficial e efetivo por parte da diretoria”, mas que “isso será feito no momento oportuno”. O ge tentou entrar em contato com o presidente do Naça, Rodrigo Nóbrega, mas as ligações não foram atendidas.

O ambiente no departamento de futebol do Naça tem sido conturbado desde dezembro, quando Jefte Lourenço e o ex-zagueiro Ranieri, que estavam montando o novo elenco, renunciaram por conta de uma repentina mudança de planos do presidente Rodrigo Nóbrega para o futebol do Canário.

Naquele momento, o mandatário do Nacional de Patos interrompeu o trabalho dos dois e anunciou Reinaldo como treinador e Fernando Gaúcho como o executivo de futebol. O clube estreia no Campeonato Paraibano no dia 3 de fevereiro, em Campina Grande, às 19h, com transmissão do Jornal da Paraíba.